Arquivo da tag: Who’s That Girl

DVD Madonna ‘Rebel Heart Tour’ – Freedom Songs

DVD MADONNA REBEL HEART TOUR - FREEDOM SONGS

Sensacional DVD Madonna ‘Rebel Heart Tour’ – Freedom Songs. Performances que Madonna cantou durante a tour que não entraram no setlist oficial do show.

1.Drowned World
2.Frozen
3.Hung Up
4.Don’t Cry For Me Argentina
5.Take A Bow
6.Don’t Tell Me
7.Diamonds Are A Girl’s Best Friends
8.Who’s That Girl
9.Beautiful Stranger
10.Can´T Get You Out Of My Head
11.Open Your Heart
12.Spanish Lesson
13.Hanky Panky
14.Ring Of Fire
15.Fever
16.Crazy For You
17.Secret
18.Ghosttown
19.Like A Prayer
20. Rebel Rebel
21.Redemption Song

Continue lendo DVD Madonna ‘Rebel Heart Tour’ – Freedom Songs

DVD Madonna Rebel Heart Tour Chicago

dvd MADONNA REBEL HEART TOUR chicago

Já disponível no Madonna Madworld o DVD da Rebel Heart Tour. O DVD é todo editado com as melhores imagens possíveis, remasterizado, som surround 5.1, tela 16:9.

Ainda trás de extras Madonna cantando “Like A Prayer” no show de Paris, e as performances extras de “Frozen” e “Ghosttown”.

Dúvida, só mandar um email clicando aqui.

dvd madonna rebel heart tour chicago 1

Continue lendo DVD Madonna Rebel Heart Tour Chicago

Blu-ray Madonna Rebel Heart Tour Chicago

blu-ray MADONNA REBEL HEART TOUR chicago

Já disponível no Madonna Madworld o Blu-Ray da Rebel Heart Tour. O blu-ray é todo editado com as melhores imagens possíveis, remasterizado, som surround 5.1, tela 16:9.

Ainda trás de extras Madonna cantando “Like A Prayer” no show de Paris, e as performances extras de “Frozen” e “Ghosttown”.

Dúvida, só mandar um email clicando aqui.

blu-ray dvd madonna rebel heart tour chicago 3

Continue lendo Blu-ray Madonna Rebel Heart Tour Chicago

Rebel Heart Tour chega a Las Vegas com Mike Tyson

madonna rebel heart tour las vegas mgm2

Os fãs de Madonna em Las Vegas já lidaram com o choque dos ingressos caros da turnê, mas eles estavam preparados para um Mike Tyson nu, raivoso e enjaulado?

Esta é a 10ª turnê mundial de Madonna, divulgando o 13º álbum de estúdio, Rebel Heart. Ao todo, ela viajará pelo mundo em 64 cidades, incluindo a primeira visita a Austrália em mais de 20 anos.

Continue lendo Rebel Heart Tour chega a Las Vegas com Mike Tyson

No show da Rebel Heart Tour em Detroit, Madonna diz: esta cidade fez o que sou hoje

MADONNA REBEL HEART TOUR DETROIT2

Madonna pode ter atiçado alguns habitantes de sua cidade-natal ao chamar Detroit de “interioriana” em entrevista, mas ela deixou claro que estava feliz de voltar na noite da última quinta-feira (01), com o show da Rebel Heart Tour na arena Joe Louis.

“Motor City,” (a cidade é chamada assim por ter sido o local das primeiras fábricas automobilísticas) “a menina da cidade voltou!”, declarou Madonna no início do show, que durou duas horas e 10 minutos. Ela seguiu: “Detroit fez a mulher que sou hoje!”, antes de falar de seu envolvimento com o empresário e filantropo Dan Gilbert, em programas de defesa da mulher e apoio ao boxe para jovens, além de “algumas escolas que estamos construindo”.

Continue lendo No show da Rebel Heart Tour em Detroit, Madonna diz: esta cidade fez o que sou hoje

Rebel Heart Tour em Nova York: Não há ninguém como Madonna

madonna-new-york-madison-square-garden rebel heart tour

No primeiro de dois shows da Rebel Heart Tour na histórica arena, a Rainha traz Amy Schumer, Game Of Thrones, freiras travestis, um ukelele e os melhores sucessos

O álbum Rebel Heart foi atormentado por vazamentos, ela caiu de costas no Brit Awards e as gafes no Instagram lhe deram dor de cabeça. Ao chegar no Madison Square Garden para o quarto show da 10ª turnê (a última sob o contrato de 10 anos e US$120 milhões com a Live Nation), ela veio pra acabar com tudo! Mesmo assim, Madonna sempre dá o melhor de si quando é provocada, quando o instinto assassino que a sustentou ao longo de 30 anos na indústria vem à tona, em uma recusa visceral à derrota.

Continue lendo Rebel Heart Tour em Nova York: Não há ninguém como Madonna

“ YOU CAN DANCE”, um presente de Madonna para o mundo disco

madonna you can dance

“Odeio megamixes”, Madonna esbravejou em uma entrevista de 1987. Daí, ela deu permissão para o seu próprio álbum de megamixes, You Can Dance.

Oh, estou sendo descarado. Madonna se referia àqueles remixes em que você tem um verso e um refrão de um grande sucesso, daí logo vem outro, e por aí vai, pra que se tenha 14 “canções” em três minutos. You Can Dance foi o presente de Madonna ao mundo disco, um álbum de remixes “para os fãs”, pra dar a impressão de que você está em uma boate que só toca músicas da Madonna.

Ela conheceu a tendência de remixes e se animou para experimentar o formato, permitindo que alguns de parceiros mais próximos retrabalhassem algumas canções antigas para este álbum. Embora a data do lançamento fosse um pouco cínica – Novembro de 1987, em tempo para o mercado natalino – o álbum não foi um sucesso imediato, e, embora possa soar um tanto quanto exótico comparado aos álbuns de remixes atuais, nos quais se tem muito pouco das músicas originais, muitos dirão que é um elemento importante na máquina Madonna.

A ideia por trás do álbum era de que Madonna, quando começou, era uma Rainha da Música Underground em Nova York. Porém, Like A Virgin e True Blue transformaram-na em uma super estrela. Não que ela vendesse muito, mas era querida pelo público. O álbum continha faixas puramente pop, e You Can Dance nasceu pra levar Madonna de volta às origens, com alguns de seus maiores sucessos retrabalhados para a galera das boates.

Antes mesmo dos planos para este álbum serem concretizados, 1987 fora um ano bem trabalhoso para a Srta. Ciccone. O quinto e último single de True Blue, La Isla Bonita, fora outro #1 no Reino Unido, e ela começara a primeira turnê mundial, com sua primeira e respeitável estreia no Reino Unido no Parque Roundhay, em Leeds, no dia 15 de agosto. A turnê Who’s That Girl veio com o mesmo nome do filme, cuja trilha-sonora, supervisionada pela própria Madonna, foi lançada no verão de 1987.

Who’s That Girl tem estado nas listas discográficas de Madonna por muito tempo, embora seja, claramente, uma compilação. Das 9 faixas do disco, Madonna só canta 4 delas, com uma mistura de outros artistas preenchendo o resto do álbum. Mas pelo fato de ter o nome e a foto de Madonna por toda a capa, além do material exclusivo, o álbum tem sido considerado parte essencial de todo o catálogo. Embora a faixa-título tenha sido lançada como single mundialmente, as outras três canções não estão facilmente disponíveis. Causing A Commotion foi remixada para lançamento em single; The Look Of Love foi lançada no Reino Unido e na França, mas não nos EUA; e a última música, Can’t Stop, não está disponível em nenhum formato além do álbum.

Embora You Can Dance esteja no catálogo como um álbum entre True Blue e Who’s That Girl, ele só foi trabalhado no verão de 1987. O álbum deveria incluir sete sucessos de Madonna – seis antigos e um novo, Spotlight, gravado durante as sessões de True Blue, mas deixado de fora porque, aparentemente, soava muito como Holiday. São antigos porque a maioria desses sucessos já haviam sido lançados como singles em algum lugar do mundo. Então, você tem Holiday e Into The Groove, mas também tem Over And Over e Where’s The Party, nunca lançados como singles no Reino Unido ou nos EUA.

Seis das sete canções deveriam ter sido remixadas pro projeto, mas não os seis sucessos. Ao invés disso, Spotlight deveria ter sido renovada – a versão não-lançada durara cerca de quatro minutos. Foi Physical Attraction, de 1983, que permaneceu intocada para o álbum. A única concessão, claro, foi que, como essa canção era parte de uma mixagem contínua, o início soaria diferente da versão do álbum Madonna, mas, em termos de produção, ela soaria idêntica à mixagem original.

O vinil ainda reinava em 1987, o que explica porque dois remixes, ao invés de um, foram criados para as sete canções. No fim, Madonna faria um CD mixado e contínuo 18 anos depois, Confessions On A Dancefloor. Além disso, das seis canções retrabalhadas pro projeto, cinco também seriam remixadas no formato Dub, sendo eles espalhados pelo CD e fita cassete, como faixas bônus. Não se sabe porque nenhum Dub Mix de Everybody foi feito, já que haveria espaço suficiente no CD para ele.

Nos EUA, três singles promocionais foram lançados consecutivamente, cada um em sua embalagem. Cada promo veio com duas das seis faixas retrabalhadas, com os remixes de Where’s The Party e Spotlight em um, Into The Groove e Everybody em outro, e Holiday e Over And Over no terceiro. Estes promos têm sido alguns dos lançamentos mais interessantes de Madonna por muito tempo, já que as versões estendidas foram os remixes completos e sem edição – cada um vinha com o início, o fim ou ambos cortados na sequência da remixagem contínua do álbum. Sem o remix Dub de Everybody, isso significou que o segundo promo tinha apenas três, ao invés de quatro faixas. Infelizmente, alguns dos promos Where’s The Party/Spotlight vieram com problemas, com várias cópias com erro na gravação.

Outro item altamente requisitado é o promo You Can Dance – Single Edits, lançado em vinil e CD. Este álbum continha os remixes editados de todas as sete faixas (a versão de Physical Attraction era a original de 1983, e os outros eram as faixas retrabalhadas em 1987). A ideia era de que, se qualquer single fosse lançado, estes seriam os utilizados. No fim, apenas duas das seis versões foram lançadas comercialmente, quando o Single Edit de Spotlight e Where’s The Party saíram em 1988. A versão em vinil dos promos Single Edits vieram em uma embalagem diferente do CD, que veio na mesma capa básica do álbum regular.

A edição em vinil comercializada vinha com notas impressas em uma faixa do lado de fora do LP, que era facilmente estragável. Algumas edições vinham com um pôster gratuito também, completo com uma capa adesiva.

As edições em cassete e CD apresentavam remixes Dub diferentes, sendo o primeiro álbum de Madonna a ser lançado para atrair os clientes a comprarem duas versões. O cassete vinha com remixes Dub de Spotlight e Holiday no fim do lado A, e Over And Over e Into The Groove no fim do lado B. No CD, os dois remixes contínuos vinham primeiro, seguidos pelas versões Dub de Holiday, Into The Groove e Where’s The Party.

You Can Dance foi bem no mercado, mesmo não sendo um álbum completo de Madonna, e alcançou o #5 no Reino Unido. Spotlight foi lançada como único single no Japão no início do ano, e foi só isso mesmo. Uma vez lançado, a promoção do álbum terminou, e 1988 foi o ano em que Madonna se focou em outras áreas além da música – estrelou a peça Speed The Plow na Broadway e filmou o não tão famoso Doce Inocência. Apenas o lançamento em VHS de Ciao Italia, documentando a turnê Who’s That Girl, deu aos fãs um pouco de música “nova” em 1988.

O álbum foi brevemente revisitado no Reino Unido em 1991, quando buscou-se por faixas para preencher os singles lançados do álbum The Immaculate Collection. O remix de Into The Groove apareceu em versões estendidas de Crazy For You, e Spotlight veio nas versões de Rescue Me. Nos dois casos, ouve-se as faixas por inteiro, sem cortes. Faria mais sentido usar as versões não-editadas dos promos americanos originais, mas não foi surpresa ver a gravadora nem se dando ao trabalho de fazê-lo. Portanto, esses remixes editados permanecem exclusivos aos lançamentos em single.

Por ser um álbum de remixes, You Can Dance foi abandonado pelos últimos 25 anos. Nos EUA, os lançamentos em vinil dos álbuns antigos de Madonna ignoraram o álbum, enquanto a caixa Complete Studio Albums se concentrou apenas em álbuns propriamente ditos. Ainda é possível obter cópias do álbum em CD, que são tecnicamente a mesma edição de 1987. You Can Dance foi relançado em 2001, quando – além das versões expandidas dos três primeiros álbuns de Madonna – alguns países o relançaram com um adesivo Drowned World, apresentado em relançamentos expandidos, mas além disso, nada mais.

 

DISCOGRAFIA

Veja três versões do álbum disponíveis no Reino Unido, no fim de 1987, além das versões mais importantes lançadas.

VERSÕES EM ÁLBUM NO REINO UNIDO

You Can Dance (LP, selo Sire WX 76, cópias iniciais com pôster grátis)

You Can Dance (Cassete, selo Sire WX 76 C, com 4 faixas-bônus)

You Can Dance (CD, selo Sire 7599 25535 2, com 3 faixas-bônus, incluindo a versão Dub de Where’s The Party)

PROMOS NOS EUA

Where’s The Party (Versão não-editada)/(Dub)/Spotlight (Versão não-editada)/(Dub) (12”, selo Sire PRO-A-2905)

Into The Groove (Versão não-editada)/(Dub)/Everybody (Versão não-editada) (12”, selo Sire PRO-A-2906)

Holiday (Versão não-editada)/(Dub)/Over And Over (Versão não-editada)/(Dub) (12”, selo Sire PRO-A-2907)

You Can Dance – Single Edits (LP, selo Sire PRO-A-2892)

You Can Dance – Single Edits (CD, selo Sire PRO-CD-2892)

SINGLES RELACIONADOS

Spotlight (Single Edit)/Where’s The Party (Single Edit) (Japanese 7”, selo Sire P-2348)

Spotlight (Single Edit)/Where’s The Party (Single Edit) (Japanese 3” CD, selo Sire 10SW-21)

Crazy For You (Remix)/Keep It Together (12” Remix)/Into The Groove (Shep Pettibone Remix Edit) (12”, selo Sire W 0008 T)

Crazy For You (Remix)/Keep It Together (12” Remix)/Into The Groove (Shep Pettibone Remix Edit) (CD, selo Sire W 0008 CD)

Rescue Me (7” Mix)/Spotlight (Fade) (7”, selo Sire W 00024)

Rescue Me (7” Mix)/Spotlight (Fade) (Cassette, selo Sire W 00024 C)

Rescue Me (LP Version)/(Titanic Mix)/Spotlight (Fade) (CD, selo Sire W 00024 CD)

DOWNLOAD: Madonna “It´s That Girl” álbum promo

madonna - it's that girl promo CD

‘It’s That Girl’ é uma compilação com alguns clipes de Madonna dos álbuns Madonna, Like a Virgin, True Blue e Who’s That Girl, em versões remixes, estendidas ou edits.

Foi lançada em 1987 no Reino Unido para promover a “Who’s That Girl Tour”. Aqui está o VHS remasterizado em áudio, com as seguintes faixas:

– Holiday
– Lucky Star (Edit)
– Like A Virgin
– Material Girl
– Into the Groove
– Angel
– Dress You Up
– Borderline” (Edit)
– Live to Tell” (Edit)
– Papa Don’t Preach
– True Blue” (Remix)
– Open Your Heart” (Remix)
– La Isla Bonita” (Remix)
– Who’s That Girl

DOWNLOAD AQUI (senha: themadonnacn)

MADONNA CHART: Madonna emplaca seu 23º single #1 no Canadá com GIVE ME ALL YOUR LUVIN’

O novo single de Madonna, primeiro do álbum MDNA, debutou em primeiro lugar em uma das paradas mais famosas do mundo: Canadá. Com este feito, Madonna consegue seu 23º single no topo, mais do que qualquer outro artista. Give Me All Yourt luvin’ vendeu por lá 24 mil downloads, um aumento de 76%, e nas rádios sobe da 33ª para a 10ª posição, com aumento de 143% e público total de mais de 14 milhões de ouvintes. Confira:

Singles – semanas em 1º no chart canadense

Like A Virgin 1
Crazy For You 1
Live To Tell 2
Papa Don’t Preach 2
True Blue 1
La Isla Bonita 1
Who’s That Girl 1
Like a Prayer 4
Express Yourself 2
Cherish 2
Vogue 3
Justify My Love 1
This Used to Be My Playground 3
Secret 1
Take a Bow 2
Beautiful Stranger 2
Music 9
Don’t Tell Me 1
Die Another Day 7
American Life 2
Hung Up 3
4 Minutes 9
Give Me All Your Luvin 1

Enquanto isso, no Japão, o single é subiu do 42º para o 7º lugar geral e no Hot 100 Airplay subiu do #53 para o primeiro lugar do chart japonês. No Brasil, o single debutou no 23º lugar.

NÃO DEIXE DE CURTIR A PÁGINA DO MADONNA MADWORLD NO FACEBOOK.