Arquivo da tag: Nobody Knows Me

Partido da Frente Nacional na França chama Madonna de “Vovó Gaga”

madonna marine le pen nobody knows me frança

Alguns dias atrás, Madonna criticou o partido da Frente Nacional no Instagram, pedindo a seus seguidores que lutassem contra o fascismo. Ela escreveu:

“Russia, Ucrânia, Venezuela…e agora a França?!!!! #combatamofascismo #combatamadiscriminação #combatamoodio #revoluçãodeamor

Com a seguinte imagem:

Algumas semanas atrás, a Frente Nacional (FN) Francesa triunfou nas eleições parlamentares europeias. O extremo partido nacionalista, que é hostil ou cético em relação à União Europeia, venceu as eleições com 25% dos votos, enquanto os socialistas do presidente François Hollande caíram com 14%.

Na última quarta-feira, 04, o vice-presidente da Frente Nacional Florian Philippot foi ao Twitter insinuar que, como a carreira dela, Madonna não sabe nada de Política: “Também na Política, Vovó Gaga não sabe de nada…”.

Florian Philippot madonna frança marine le pen

Não é a primeira vez que Madonna é criticada pela FN. Durante a MDNA Tour, ela exibiu uma imagem da líder da FN Marine Le Pen com uma suástica na testa, durante Nobody Knows Me.

Madonna no GLAAD AWARDS 2013 – discurso e defesa a comunidade gay

madonna-glaad-awards-2013

Madonna nunca deixa passar em branco situações aos quais ela não concorda, e foi assim na entrega do prêmio Vito Russo Award para o apresentador Anderson Cooper na noite deste sábado no GlAAD AWARDS (premiação que reconhece e homenageia pessoas que trabalham pela causa LGBT) (Anderson assumiu publicamente sua homossexualidade no ano passado). Madonna compareceu a premiação vestida de escoteira em protesto ao grupo de escoteiros dos EUA que não aceitam gays e ainda ganhou um beijo inesperado do homenageado da noite.

Eis os discurso emocionante de Madonna:

Discurso de Madonna ontem no GLAAD AWARDS no qual ela falou sobre preconceito contra gays em si, sobre o fato de não ser permitido gays entre os escoteiros e sobre a entrega ao prêmio ao jornalista e apresentador de TV americano, Anderson Coorper.

“Olá, estou tão feliz de estar aqui, eu queria ser um menino escoteiro mas eles não me deixaram entrara, eu acho isso uma merda.

Eu sei fazer uma fogueira, eu sei como construir uma barraca, eu tenho um bom senso de direção, eu consigo resgatar crianças de árvores escutem, eu queria fazer o bem pra comunidade e o mais importante eu sei como reconhecer garotos* (scout, significa tanto “escoteiro” como “reconhecer”)

Então eu acho que eu deveria ser permitida a entrar para os escoteiros e que eles deveria mudar as suas regras idiotas, você não acha? Então, vocês podem sentar e por favor relaxem, não vou falar enquanto não sentarem, quero todos quentinhos e confortáveis.

Bom, eu fui uma garota escoteira e eu fui chutada, sabe porque? Porque minha saia era curta demais e eu não vendia todos os biscoitos, porque eu comia todos. De qualquer forma, vamos começar.

Vocês viram um clipe da minha turnê recente (Nobody Knows Me, tour MDNA), achei que era pertinente mostrar, porque para mim ilustra que coisas como homofobia, bullying, crimes de ódio e qualquer forma de discriminação sempre parece ser uma manifestação de medo do desconhecido. Muitas pessoas não estão confortáveis com coisas e pessoas que elas reconhecem como diferentes de elas mesmas, e eu digo que se tomássemos um tempo para conhecermo-nos melhor, fazer uma melhor investigação e olhar um pouco o interior das coisas iriamos descobrir que não somos tão diferentes no fim das contas. Nós também estamos sobre a ilusão de que com toda essa tecnologia bem na ponta dos nossos dedos nós faz estar cada mais próximos, que as pessoas estão se tornando mais familiares umas com as outras e que a distância entre um humano e o outro está acabando. Por um lado ok, mas por outro não está, eu acredito que o oposto está tomando lugar porque uma foto não conta mil histórias, uma foto conta uma VERSÃO de mil histórias e essa suposta “intimidade” que nós achamos que estamos ganhando é falsa, não é conquista e é um truque. Eu criei esse clipe para meu show porque eu quis levantar o alerta ao fato de que nós tomamos o tempo necessário e correto para conhecermos uns aos outros e nós precisamos. Se a mãe de uma palestina sentar para conversar com uma mãe israelense sobre crianças e o quanto elas amam suas famílias elas sentiriam tão separadas?

Madonna – Nobody Knows Me (exibido no MDNA Tour 2012)

Se o presidente Putin conversar com as garotas do Pussy Riot, ele provavelmente iria querer foder com cada uma delas, mas de qualquer forma, se ele fizesse e tivesse um diálogo aberto com elas sobre o ponto de vista delas como mulheres criativas e modernas crescendo na Russia atual, ele teria mesmo a permissão para trancá-las numa prisão por 3 nos. Eu digo, pense em como isso é insano?

E se esse “governo religioso” em São Peterbusgo sentasse com os 85 homens que foram presos no meu show por serem gays e conversasse sobre seus medos e sonhos para o futuro, realmente os ouvindo, eles estariam na cadeia agora?

Eu teria recebido ameaças de morte?

Eu estaria sendo processada por milhões de dólares por simplesmente apoiar abertamente a comunidade gay de lá na Russia?

Isto é, eu não estou botando apenas minha ideia pra fora, vocês precisam mesmo compreender que isso tudo é tão absurdo. E tudo em “nome de Deus”, mas o que Jesus ensina?

Não está tudo nos livros sagrados? “Ame o próximo como a ti mesmo”?

Então, não podemos usar o nome de Deus ou a religião para justificar atos de violência, para ferir, para odiar e para discriminar.

Eu acho que agora fiz meu ponto de vista, e agora todo mundo nessa sala está realmente entendendo o que eu quero dizer, mas qualquer um que esteja lá fora pode não estar.

Quando eu penso em jovens na America sendo discriminados, torturados, que tiram suas próprias vidas porque se sentem sozinhos e julgados, negligenciados e mal compreendidos eu quero sentar e chorar um rio de lágrimas, 7 dessas crianças aparecem no vídeo da minha turnê (vídeo Nobody Knows Me).

Eu estou criando adolescentes na minha casa agora, e a ideia de eles ou qualquer outro adolescente ou pessoa vivenciar esse tipo de dor é injustificável para mim, é uma atrocidade para mim, eu não aceito isso. E não é diferente de um homem branco suprimir um homem negro.

Não é diferente de um membro do Talibã atirar na cabeça de uma jovem blogueira por ela apenas postar suas idéias a respeito da educação feminina.

Não é mais louco do que o fato de um homem gay iraniano ser enforcado apenas porque ele se apaixonou por outro homem.

Eu não sei quanto a vocês, mas eu não consigo aguentar mais essa merda, e é por isso que eu quero começar uma revolução, vocês estão comigo?

Estamos em 2013 porra, vivemos na América, terra dos livres e bravos? É uma pergunta, não afirmação. Mas eu amo a palavra BRAVO, apesar de não brincar muito por ai e não conhecer muitas pessoas bravas.

Na música que tocou durante o vídeo da minha turnê (a música é “Nobody Knows Me”, do álbum American Life, de 2003), uma frase dela é “é tão dificil achar alguém para admirar” e essa é a razão de eu estar aqui, para falar umas palavrinhas sobre alguém que eu admiro.

Para elogiar alguém que é bravo e fez a diferença no mundo, por dar igualidade e dar voz a comunidade LGBT, eu estou aqui para honrar você Anderson Cooper.”

Sábias palavras Madonna.

POLÍTICA ANTI-GAY

Um comitê de 11 membros, formado por lideranças dos escoteiros em 2010, “chegou à conclusão que a política é absolutamente a melhor política para os Garotos Escoteiros dos EUA”, segundo o porta-voz da organização, Deron Smith.

O comitê, formado por profissionais escoteiros e voluntários, foi unânime na conclusão, que mantém uma política de muitos anos confirmada pela Suprema Corte dos EUA em 2000 e que tem gerado controvérsia desde então.

Como resultado da decisão, a executiva nacional dos escoteiros não analisará mais uma resolução apresentada recentemente que pede que seja reconsiderada a política “antigay”.

O grupo de escoteiros não identificou os integrantes da comissão, mas diz no comunicado que eles representam “uma diversidade de perspectivas e opiniões”.

O chefe-executivo do grupo, Bob Mazzuca, disse que a maioria das famílias de escoteiros apoiam a política, que se aplica a líderes ou escoteiros comuns.

“Nem todos os membros concordam pessoalmente com esta política, e talvez escolham uma direção diferente para suas organizações, mas a liderança dos Garotos Escoteiros dos EUA concorda que essa é a melhor política para nossa organização”, diz o texto.

Desde 2000, o grupo vem sendo alvo de campanhas de protesto e conflitos com leis locais de não-discriminação devido à política de não adesão.

Madonna postou foto em seu Instagram vestida de escoteira após a premiação

Marine Le Pen – Madonna será processa por partido Francês

Ok, Madonna não recuou. O principal partido francês de extrema direita, o Frente Nacional (FN), afirmou neste domingo que entrará com uma ação contra Madonna, que projetou no sábado em um espetáculo na França um clipe polêmico no qual aparece a líder do FN, Marine Le Pen. (leia mais aqui de como foi o show)

No clipe de “Nobody Knows Me”, projetado no palco e visível pela internet, a líder ultradireitista aparece com uma suástica na testa, pouco antes da aparição de um personagem que lembra Hitler.

“Não podemos aceitar esta infame correlação”, declarou à AFP o vice-presidente do FN, Florian Philippot, que assegurou que apresentará a denúncia por “insultos” na semana que se inicia.

A plateia reagiu impressionada no Stade de France no sábado quando a imagem de Le Pen apareceu brevemente em um telão, em um clipe que também mostrou o rosto de Madonna fundindo-se com uma série de figuras públicas, incluindo o papa Bento XVI e o ex-ditador egípcio Hosni Mubarak.

“Uma queixa civil por insulto será apresentada ao tribunal em Bobigny (nordeste de Paris)”, disse Philippot à AFP.

A promotora da turnê da cantora, LiveNation, não quis comentar a reação da Frente Nacional.

“Marine Le Pen defende sua própria honra, mas também a dos afiliados, simpatizantes e milhares de eleitores da Frente Nacional”, acrescentou.

Madonna conseguiu aquecer o Stade de France, nos arredores de Paris, no sábado, 14 de julho, dia da festa nacional da França, com um espetáculo ao estilo de uma grande missa que incluiu este clipe.

Marine Le Pen obteve no primeiro turno da eleição presidencial francesa de abril 18% dos votos, chegando na terceira posição, atrás do socialista François Hollande, atual presidente, e do ex-presidente Nicolas Sarkozy (direita).

Madonna não abaixa a guarda para Marine Le Pen no MDNA Tour em Paris

Madonna

Madonna fez mais um show de sua tour MDNA, agora na França, em Paris, no Stade de France, exibiu o vídeo interlude de “Nobody Knows Me”, no qual o vídeo aparece brevemente Marine Le Pen enfeitada com uma suástica.  Accompanhando a canção “Nobody Knows Me”, o vídeo mostra o rosto da estrela americana misturada com ao do Papa Bento XVI e Hosni Mubarak. A presidente da Frente Nacional aparece alguns segundos antes de um personagem parecido com Adolf Hitler.

Um clamor subiu da multidão quando mostrou a imagem de Marine Le Pen. Poucos dias após a primeira exibição deste vídeo, o primeiro show da turnê de Madonna mundo em Tel Aviv em 31 de maio, Marine Le Pen advertiu que se a estrela exibisse o vídeo em seu país, seria processada. Se vai rolar um processo ou não, Madonna não voltou atrás e vai pagar para ver.

“Estes cantores velhos que precisam aparecer, nós entendemos que eles fazem qualquer coisa”, atacou a chefe da FN.

No Journal du Dimanche, Florian Philippot, o vice-presidente da Frente Nacional, confirmou que uma queixa seja apresentada a Madonna.

Ele disse que a distribuição deste vídeo é “um insulto muito grave contra Marine Le Pen, e uma declaração de guerra contra uma parte da sua audiência”.

Nice ainda

Após o show no Stade de France, Madonna fará outro show na França na cidade de Nice, no dia 21 de agosto.

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

O “Tour MDNA” deverá se apresentar 20 anos depois na Austrália, depois de 20 anos desde o “The Girlie Show”, mas ainda as datas não foram confirmadas. Provavelmente será em 2013. Madonna cantou no Stade de France, pela segunda vez em sua carreira, depois de dois concertos em 2008 com a “Sticky & Sweet Tour”, onde ela atraiu 140.000 pessoas.

 

Vídeo de “Nobody Knows Me”

Vídeos do show em Paris

Download e capturas – Madonna ‘Nobody Knows Me’ MDNA Tour Backdrop vídeo

Já está na web o vídeo-protesto que Madonna criou para o MDNA tour e está dando o que falar. Nazismo, bullying, religião, política, assuntos polêmicos que Madonna adora explorar em seus shows.

DOWNLOAD DO VÍDEO (servidor – 4Shared) – 47MB e DOWNLOAD (Servidor – Uploaded)

VÍDEO

CAPTURAS

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Partido francês quer processar Madonna

E a nova tour de Madonna, o MDNA World Tour, está dando o que falar. Depois de todo o reboliço na mídia devido a performance de “Express Yourself” com “Born This Way”, de Lady Gaga, o escândalo da vez é o vídeo interlude da música “Nobody Knows Me”, exibido durante a performance da música. O partido francês Frente Nacional, liderado por Marine Le Pen, quer processar Madonna por associar a imagem de Marine ao símbolo do nazismo. O MDNA World Tour começou no último dia 31 em Tel Aviv.

Madonna MDNA World Tour - Marine Le Pen - França - Vídeo Interlude "Nobody Knows Me"

Madonna se apresenta em Paris no dia 14 de julho. No vídeo da música de 2003 do álbum “American Life”, Madonna, sempre honesta em suas defesas políticas, mostra o rosto da líder política francesa Marine Le Pen com uma suástica na testa.

Como chamar Madonna de velha, algo tão década passada, ainda continua na moda, Marine comentou a singela homenagem de Madonna com a seguinte frase em comunicado oficial: “Nós entendemos como cantoras velhas, que precisam chamar atenção, chegam a tais extremos assim… Se ela fizer isso na França, estaremos esperando.”

Ao ser interrogado sobre se a FN processará Madonna por este vídeo, o vice-presidente do partido, Louis Aliot – que é companheiro de Marine Le Pen – respondeu que isso será decidido quando ela cantar na França. “O partido verá isso quando ela cantar na França”, disse Aliot.

Marine Le Pen, que foi candidata no primeiro turno das eleições presidenciais francesas, mostrou sua irritação com o vídeo. “Quando velhas cantoras querem que falem delas, recorrem a coisas extremas”, disse no domingo. “Se ela fizer isto na França, a esperaremos”, advertiu a ex-candidata presidencial, que no dia 22 de abril conquistou um recorde histórico, ao obter o terceiro lugar com 17,9% dos votos.

Esta não é a primeira vez que Madonna ataca a Frente Nacional: em 2006, ela associou em uma montagem visual Jean Marie Le Pen, fundador deste partido, com o ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, e também com o fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden no vídeo de “Sorry” (Interlude) na tournê “The Confessions Tour”.

Assista ao vídeo causador de toda polêmica.

MADONNA MDNA WORLD TOUR 2012: como será o show !

Madonna MDNA World Tour 2012 - Ensaio

O site Madonnarama trouxe novos detalhes de como é o Madonna MDNA World Tour, que começa no próximo dia 31, quinta-feira, em Tel Aviv, Israel. Pelos ensaios, o show seguirá da seguinte forma:

Bloco Transgression

Abertura – Abre com sinos tocando, seguido de cânticos religiosos por Kalakan. Um som muito assustador com um pano de fundo apresentando um turíbulo com uma luz nela.

Girl Gone Wild – Começa com repetições de “Oh my God” e cantos Kalakan, em seguida, vai para o “Act of Constrition”, quebra de vidro e a aparição de Madonna. ‘Girl Gone Wild’ será em uma versão similar à versão do álbum, mas agora tem uma nova peça incrível instrumental com chicote de sons, samples de ”Material Girl” letra e “Give It To Me”.

Revolver – Começa com um tiro e semelhante à versão do álbum com um pano de fundo que apresenta Lil Wayne no telão (backdrop).

Gang Bang – Este é a performance que tem a aparência de quarto de motel. Começa com sirenes de polícia e no backdrop imagens de são respingos de sangue. Os vocais são ao vivo, partes faladas e instrumentos ao vivo, especialmente a solo de guitarra de Monte Pittman.

Papa Don’t Preach – Uma versão curta, editada e ao vivo com um som de um órgão mais proeminente.

Hung Up – Totalmente reformulada para a turnê. O sample do grupo Abba só é ouvido durante uma parte muito pequena e vocoder na música inteira (aquele recurso de distorcer a voz). Também apresenta repetições de “Oh my God” e algumas letras do “Act of Constrition”.

I Don’t Give AMadonna na guitarra. A introdução é cantada por Kalakan e Nicki Minaj de peruca loira no vídeo backdrop.

Best Friend (interlude) – Misturada com samples de “Heartbeat” do álbum Hard Candy. O pano de fundo é muito escura, imagens de cemitério, caixões e termina com uma lápide com um M grande escrito nele.

Reportagem da emissora de Israel mostrando o ensaio final

 

Bloco Prophecy

Express Yourself – O cenário está muito feliz, colorido e apresenta imagens antiquadas de histórias em quadrinhos inspirados por J. Howard Miller. Em um ponto, quando Madonna canta “What happens when you’re not in bed” (O que acontece quando você não está na cama), o backdrop mostra imagens de desenhos animados de dois homens se beijando. A grande surpresa fica por conta do aparecimento de “Born This Way” de Lady Gaga e depois Madonna termina a música com um trecho de “She´s Not Me”.

Give Me All Your Luvin’ – O “remix Just Blaze” está sendo usado, que agora inclui mais vocais de Madonna. Os dançarinos se tornaram parte de uma Bateria e estão suspensos no ar.

Turn Up The Radio – Começa com uma versão alterada da introdução Music Inferno (The Confessions Tour). Inclui partes de “Holiday”, “Into the Groove”, “Lucky Star”, “4 Minutes” e muito mais. Em seguida, a musica assume o remix de “Leo Zero Remix”, antes da versão do álbum começar e novamente Madonna na guitarra.

Open Your Heart / Sagarra Jo – Madonna apresenta o trio Kalakan, explicando como eles se conheceram (durante uma viagem no País Basco) e por que eles estão se juntando a ela em sua turnê. A canção não é nada como a versão original e soa incrível com o vídeo backdrop mostrando imagens inspiradas no País Basco. Após o termino, todos eles cantam Sagarra Jo.

Masterpiece – Madonna soa bem e é acompanhado pelo Kalakan, sendo uma performance muito íntima e comovente.

Justify My Love (interlude) – A frase “Dita Is Back” (Dita está de volta) aparece no telão. Madonna é perseguida por bailarinos de máscaras. Ele tem a mesma sensação que o comercial de “Truth or Dare by Madonna” propõem (muito sexy!). O vídeo é uma metáfora para todos que tentam tirar vantagens de Madonna, julgá-la ou explorar sua vida privada. Madonna escolhe se trancar num quarto para fugir de tudo e de entrar em um mundo de suas próprias fantasias. Tudo isso em um cenário muito sexy!

 


Bloco Masculine / Feminine

Vogue – Madonna veste uma camisa branca, gravata preta, calça preta, luvas pretas longas, um espartilho e um sutiã de cone reinventado, todos concebidos pelo incrível estilista e amigo pessoal Jean Paul Gaultier. A mesma versão que foi usada no show do Super Bowl, mas desta vez a canção completa é executada e cantada ao vivo. O cenário também é semelhante ao do Super Bowl, incluindo a fonte da revista VOGUE, fotos das estrelas de Hollywood (Marlene Dietrich, Grace Kelly..).

Candy Shop / Erotica – Madonna tira o sutiã e espartilho de cone que ela usava na performance anterior. Uma coreografia muito sensual é realizada em casais, onde Madonna dança com Brahim Zaibat. Esta versão de “Candy Shop” inclui uma pequena interlude de “Erotica”, usando a letra da canção de 1992. Enquanto ela canta “Erotic Erotic put your hands all over my Body” seu namorado e bailarino está com ela.

Human Nature – Próxima da versão do álbum, Madonna vai para uma caixa de cantar “I’m not sorry”, enquanto os dançarinos estão tocando-a e colocando suas mãos por todo o corpo de uma forma muito sensual, porém sem um cunho sexual.

Like a Virgin – A canção foi reformulada. Madonna em um sutiã, parece vulnerável, canta um dos seus maiores sucessos, lentamente, em uma das pista mais emocionante da trilha sonora do seu filme W.E.. Alguns adoram, outros não. No final, Madonna se senta ao lado de seu pianista e desaparece debaixo do palco.

Nobody Knows Me (interlude) – A tela de vídeo apresenta Madonna da cintura para cima. Seu cabelo é na altura dos ombros, cacheados e penteados para trás ligeiramente. Ela também usa longas luvas de couro pretas, um sutiã preto e tiras de couro. Eles passaram por uma suave maquiagem para acentuar os efeitos especiais de todo o vídeo. Durante a primeira parte de “I’ve had so many lives, since I was a child” (Eu tive tantas vidas, desde que eu era uma criança), pedaços de imagens mais antigas de Madonna são colados no vídeo real. A única maneira apropriada para descrevê-lo, é uma espécie de colagem. Como se alguém tivesse cortado diferentes imagens de revistas para recriar uma nova. O final da primeira parte “How many times I’ve died” (Quantas vezes eu morri) lida com a forma como a imprensa tenha tentado enterrar a carreira de Madonna. Usando o mesmo técnica de “colagem”, Madonna representa pessoas diferentes que têm desempenhado um papel importante, positivo ou negativo, na nossa história: Trayvon Martin, Marine Le Pen, Sarah Palin, o Papa, Hitler e muito mais. Os vídeos backdrops da esquerda e da direita mostram imagens e vídeos de da carreira de Madonna. No meio de imagens de adolescentes diferentes que se suicidaram por conta do bullying são mostrados durante alguns segundos, juntamente com uma mensagem de RIP (descanse em paz) e o nome da vítima. Um desses nomes é Brandon Bitner. O último segmento do cenário apresenta imagens positivas de pessoas se beijando: corridas diferentes, casais heterossexuais e casais homossexuais, casais ainda mais velhos e pais com seus filhos.

 

Bloco Redemption

I’m a Addicted – Soa muito com a versão do álbum com alguns sons adicionados para dar-lhe um impacto maior ao vivo. Madonna usa algumas peças “chainmail” e um manto cintilante longo, escrito nas costas “MDNA”. Ela também dança com os pés descalços e a coreografia é meio futurista e um pouco cultish.

I’m a Sinner / Cyber-Raga – Madonna na guitarra e a música tem muito da vibe dos anos 70. Os dançarinos usam roupas coloridas, enquanto Madonna coloca um colar de flores em seu conjunto brilhante. Depois de “I’m a Sinner”, Madonna puxa seu violão e canta “Cyber-Raga”, juntamente com Kalakan.

Like a Prayer – As peças “chainmail” são retiradas e todo mundo se junta a Madonna no palco, vestindo roupas pretas com grandes cruzes brancas, estilo a apresentação do Super Bowl. Madonna canta no fim da passarela.

Celebration – Madonna remove a parte inferior do seu figurino e ao retirar o manto brilhante revela uma calça preta apertada, mas mantém a parte superior que também é usado no vídeo de ‘Girl Gone Wild’. Um clima muito enérgico e feliz com coreografia surpreendente, Madonna pulando de um bailarino para o outro no final da passarela. Madonna explora os sons de um DJ intensamente. Ela leva um par de fones de ouvido, gira os registros e também faz alguns arranhões. O cenário apresenta grande quantidade de cubos coloridos e toda a equipe desaparece em um cubo gigante.

Fim!

Setlist oficial do Madonna MDNA World Tour 2012

Madonna MDNA World Tour Setlist

Já começaram os preparativos para o tão aguardado retorno da rainha do pop Madonna aos palcos. Enquanto o palco do MDNA é montando em Tel Aviv para a grande estréia do Madonna MDNA World Tour 2012 nesta semana, dia 31, no Ramat Gam Stadium em Tel Aviv, Israel, já podemos confirmar o setlist do show. Saiba quais as músicas que Madonna cantará até dezembro deste ano, caso não tenha uma segunda parte em 2013.

1.Act of Contrition / Girl Gone Wild
2.Revolver
3.Gang Bang
4.Papa Don’t Preach
5.Hung Up
6.I Don’t Give A
7.Best Friend / Heartbeat (INTERLUDE)
8.Best Friend
9.Express Yourself
10.Give Me All Your Luvin’
11.Turn Up The Radio
12.Open Your Heart
13.Masterpiece
14.Justify My Love (INTERLUDE)
15.Vogue
16.Candy Shop
17.Human Nature / Erotica
18.Like A Virgin
19.Nobody Knows Me (INTERLUDE)
20.I’m Addicted
21.I’m A Sinner
22.Like A Prayer
23.Celebration

A turnê divulgará o novo trabalho de Madonna, MDNA, que conta com os singles ‘Give Me All Your Luvin”, ‘Girl Gone Wild’, ‘Masterpiece’ (single promo UK e Rússia) e ‘Turn Up The Radio’ (próximo lançamento).

Depois de Tel Aviv, as apresentações seguirão para as cidades de Abu Dhabi (3 de junho), Istambul (7), Zagreb (11), Milão (14), Florença (16), Barcelona (20), Coimbra (24) e Berlim (28). Em julho, Madonna pela Europa até chegar aos Estados Unidos no mês seguinte. Em dezembro, finalmente, a cantora desembarca no Brasil. Por aqui os shows acontecerão dia 1° na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro, dia 4 no Estádio do Morumbi, em São Paulo, e dia 9 no Estádio Olímpico, em Porto Alegre.

Madonna falará de Bullying em sua nova tour em vídeo interlude de Nobody Knows Me

Madonna - BullyingMadonna, sempre apoiando uma causa em seus shows, desta vez o tema será bullying.

Em sua nova tour, o Madonna MDNA World Tour, serão exibidas fotos de jovens que foram vítimas de bullying e um deles será o jovem americano Brandon Bitner, que em novembro de 2010, aos 14 anos, cometeu suicídio por ser frequentemente humilhado em sua escola por ser homossexual e pela maneira como se vestia. Ele deixou uma carta pedindo que a família lutasse em seu nome para que o mundo prestasse mais atenção ao bullying e suas consequências psicológicas.

A tia de Brandon, Katie, confirmou em sua página no Facebook que assinou contrato autorizando o uso da imagem do jovem para ilustrar o vídeo e que a música utilizada será Nobody Knows Me. Madonna também fará uma doação a fundação criada em nome de Brandon Bitner.

O vídeo no show de Madonna mostrará uma foto de Brandon Bitner – que se matou os 14 anos no dia 05 de novembro de 2010, devido ao constante assédio moral que sofria por ser gay no Midd-West High School, em Middleburg – e no vídeo, um anúncio de Madonna sobre uma doação US $ 5.000 para uma bolsa de estudos da Universidade Susquehanna em nome de Brandon.

Katie Goodling, primo Brandon, confirmou neste sábado, 20, que um acordo com Adamsky Produção de Cinema de Estocolmo feito para o uso de uma foto de Brandon, um dos sete que aparecerão no vídeo.

Em cada vídeo, aparecerá escrito a palavra RIP (descanse em paz) ao mostrar o nome da vítima durante três segundos.

Katie também administra BrandonBitner.com, um site dedicado a prevenção do bullying e da memória de Brandon. Clique aqui para verificá-la e aprender mais sobre ele e sua história.

O Madonna MDNA Tour estreia dia 31 de Maio em Tel Aviv.

Madonna - Brandon Bitner - MDNA World Tour 2012
Foto de Brandon Bitner cedida ao MDNA World Tour 2012

No Dia 09 de novembro de 2010, Madonna participou do programa de Ellen DeGeneres, abertamente homossexual, e comentou que também enfrentou  problemas na época do ensino médio. “Não me sentia incluída em nenhum grupo, me sentia como uma estranha”, disse, atribuindo a seu professor homossexual de balé o apoio que a fez se sentir mais segura e confortável quando adolescente. “Todos deveria ter alguém em suas vidas para servir de inspiração e encorajamento.”.

“Estou muito perturbada e entristecida pelo número esmagador de suicídios de adolescentes que têm sido relatados recentemente por causa do bullying. Suicídio em geral é preocupante. Adolescentes cometendo suicídio é extremamente perturbador, mas ao ouvir que os adolescentes estão tendo suas vidas tiradas, porque estão sendo vítimas de bullying na escola e dormitórios, o que você tem, é uma maneira insondável. Eu sei que algumas pessoas têm falado sobre isso, mas eu sinto que preciso dizer alguma coisa. A comunidade gay tem sido extremamente favorável a mim. Eu não teria uma carreira se não fosse para a comunidade gay … Tenho uma filha adolescente e tenho discussões com ela sobre esse assunto, então eu sinto que eu preciso dizer algumas palavras…”. Leia a entrevista completa clicando aqui.

Nova tour de Madonna, MDNA World Tour 2012, terá teto insuflável

Madonna MDNA World Tour 2012 - Herman ten Barge, CEO da empresa Reefhors

Madonna está a poucos dias de iniciar o MDNA World Tour 2012 e algumas notícias oficiais já começam a serem divulgadas.

A última press release lançada pela Live Nation no site oficial de Madonna informa que a MDNA World Tour terá os maiores telões alguma vez criados para um concerto. Agora surgiram mais algumas informações de dois construtores da Bélgica e Holanda.

Herman ten Barge, CEO da empresa Reefhors, está orgulhoso por estar a trabalhar num teto insuflável para o palco de Madonna que será cheio de ar utilizando as mangueiras da Reefhors.

Usar um teto móvel era muito arriscado, por isso eles optaram pela construção de um teto insuflável.

Surgiram também informações de que a empresa de construção de palco Belga StageCo está neste momento a construir 4 palcos idênticos gigantescos, com 70 metros de comprimento, 40 metros de profundidade e 26 de altura!

Outra informação é que Dago González, que produziu alguns dos mais fantásticos backdrop videos  para Madonna, como Paradise (Not for  me) (Drowned World Tour) ou Bedtime Story (Re-Invention Tour), irá fazer parte desta nova tour também!

Um dos últimos backdrops a ser filmado por Dado será para Masterpiece, o que confirme que a balada do filme W.E. está no setlist da tour. A maior parte do que tem sido filmado até ao momento é inspirado no País Basco. Cenas tradiocionais e cerimônias religiosas já foram filmadas para os vídeos e diversas imagens, como o Sol Basco, serão bastante explorados. O Sol na tradição Basca simboliza o olho de Deus. Interiores de cavernas foram também filmados para os vídeos.

Mas o trabalho ainda não está terminado, mais vídeos serão filmados nos próximos dias, incluindo um com os dançarinos da tour fazendo coreografias e close-ups de Madonna. Tal como é habitual, os backdrop videos serão uma parte central dos shows de Madonna.

O vídeos já está em pós-produção. “Best Friend”, “Justify My Love” e “Nobody Knows Me” estão no show como backdrops. No vídeo de “Justify My Love” interlude aparece a mensagem: “Dita is back!”