Arquivo da tag: Marine Le Pen

Admiro pessoas que agem de boa-fé, diz Marine Le Pen sobre Madonna

madonna marine le pen nobody knows me frança

A candidata à presidência da extrema-direita francesa Marine Le Pen disse na última terça-feira (03) que aceitará “com prazer” um convite da ex-inimiga Madonna para fazer as pazes. Recentemente, Madonna condenou o que ela afirmou ser o clima de violência, intolerância e anti-semitismo varrendo a França e os outros países da Europa com o aumento do apoio a partidos como a Frente Nacional de Le Pen, “me lembrando da Alemanha nazista”.

Continue lendo Admiro pessoas que agem de boa-fé, diz Marine Le Pen sobre Madonna

Partido da Frente Nacional na França chama Madonna de “Vovó Gaga”

madonna marine le pen nobody knows me frança

Alguns dias atrás, Madonna criticou o partido da Frente Nacional no Instagram, pedindo a seus seguidores que lutassem contra o fascismo. Ela escreveu:

“Russia, Ucrânia, Venezuela…e agora a França?!!!! #combatamofascismo #combatamadiscriminação #combatamoodio #revoluçãodeamor

Com a seguinte imagem:

Algumas semanas atrás, a Frente Nacional (FN) Francesa triunfou nas eleições parlamentares europeias. O extremo partido nacionalista, que é hostil ou cético em relação à União Europeia, venceu as eleições com 25% dos votos, enquanto os socialistas do presidente François Hollande caíram com 14%.

Na última quarta-feira, 04, o vice-presidente da Frente Nacional Florian Philippot foi ao Twitter insinuar que, como a carreira dela, Madonna não sabe nada de Política: “Também na Política, Vovó Gaga não sabe de nada…”.

Florian Philippot madonna frança marine le pen

Não é a primeira vez que Madonna é criticada pela FN. Durante a MDNA Tour, ela exibiu uma imagem da líder da FN Marine Le Pen com uma suástica na testa, durante Nobody Knows Me.

Madonna fecha etapa européia do MDNA Tour com ataques a Elton John, Marine Le Pen e Russia

Madonna fechou, na noite desta terça-feira, 21, com chave de ouro para 30 mil pessoas, o último show da etapa européia do MDNA Tour, em Nice, na França, antes de partir para os Estados Unidos. E como polêmica é também sinônimo de Madonna, digamos que este Madonna não foi nada complacente com muitos desafetos, a começar pelo cantor Elton John.

– Ela dedicou MASTERPIECE a Elton John. “Como eu sei que ele é um fã desta música, eu o perdoo.” Vale lembrar que Elton John segue atacando Madonna na imprensa desde que perdeu o Globo de Ouro de melhor canção para ela em janeiro…Madonna no show desta terça resolveu, finalmente, tirar com a cara do colega.

Em entrevista ao programa semanal Radio Times, o músico britânico Elton John chegou a recuar em seu ataque a Madonna, a quem chegou a chamar de “stripper de feira” há duas semanas. “Madonna pegou a indústria pelo pescoço, criou oportunidades para outras mulheres, como (Lady) Gaga e Katy Perry”, disse ele.

– No final de Human Nature e antes de Like A Virgin, falou sobre a Russia e pediu ao público para que gritasse com ela “Free Pussy Riot”.

– Mesmo com as ameaças da Frente Nacional, mesmo com os integrantes da FN no estádio, Madonna peitou e foi exibido o vídeo de Nobody Knows Me com Marine Le Pen de Hitler. A Frente Nacional exigiu que o vídeo fosse editado para o show em NICE e foram lá para conferir. Deram com os burros n’ água. Este show causou muita dor de cabeça para alguns líderes políticos de lá e a repercussão do caso Pussy Riot só aumenta.

Enquanto isso, a promotoria de São Petersburgo indicou, por outra parte, que recebeu 140 denúncias contra Madonna, apresentadas por cidadãos de forma individual, por seu apoio a comunidade gay no pais. A região de São Petesburgo adotou em fevereiro uma lei que pune penalmente qualquer ato público que promova homossexualidade e pedofilia, um texto denunciado por ativistas por equiparar gays a pedófilos.

Fim da história, sem declarações à imprensa através de um assessor. Ela mesmo está rebatendo e com força os ataques que vem sofrendo ultimamente. Governo russo queimado perante a mídia, partido Frente Nacional/Marine Le Pen detonados e Elton John finalmente teve seu castigo (bem Madonna, bem irônico). Alguém mais para a briga?

Será que este povo esqueceu do poder midiático que Madonna tem? Que para ela não existe NÃO? Que ela é a única artista em 30 anos que quebrou todas as barreiras e enfrentou todo mundo em defesa de suas idéias, e não será agora, aos 54 anos, que ela deixará de ser quem é?

VÍDEOS

Madonna: polêmica na França e nove processos na Rússia

Madonna

Se tem uma coisa que a nova tour de Madonna, o MDNA Tour, vem causando, além de histeria, é muita polêmica. Na França, os militantes da Frente Nacional (extrema-direita) cobriram os cartazes de Madonna com imagens de sua líder Marine Le Pen. O objetivo para protestar contra o clipe que foi exibido em shows anteriores em que a presidente da bancada aparece atrás de uma suástica, informou o próprio partido. Madonna fará uma apresentação em Nice na próxima terça-feira (21).

Na última madrugada, dezenas de militantes percorreram as ruas de Nice para substituir cerca de trinta cartazes da cantora pelos de Marine Le Pen, disse à AFP Gaël Nofri, responsável pelo grupo Bleu Marine-FN na cidade. “Nós não somos contra a liberdade de expressão, mas isso é um ato revisionista, um ataque contra um partido republicano e contra a sua candidata que teve 18% nas eleições presidenciais”, declarou Nofri.

Para Gaël Nofri, Madonna, que luta para “encher seus shows desesperadamente vazios”, tenta “criar uma dinâmica para fins puramente comerciais”. Mas ela esquece que, “Marine Le Pen representa um eleitor em cada quatro da Côte d’Azur”, disse Nofri.

Poucos dias após a estreia do vídeo em questão, durante o primeiro show da turnê mundial de Madonna em Tel Aviv, que aconteceu no dia 31 de maio, Marine Le Pen alertou para que a estrela não exibisse o clipe ameaçando revidar a ação.

Em 14 de julho, durante uma apresentação no Stade de France, a cantora decidiu exibir um novo vídeo no qual Le Pen aparecia com uma suástica na testa. A Frente Nacional apresentou uma queixa por injúria.

Já na RÚSSIA…

Nove processos reivindicando compensações financeiras superiores a US$ 10 milhões (R$ 20 milhões) foram apresentados contra Madonna em um tribunal de São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia, informou nesta sexta-feira (17) o advogado dos queixosos, Aleksander Pochuev. Os processos por “danos morais” também se estendem aos organizadores do show da rainha do pop na sexta-feira (10) passada na antiga capital russa, afirmou Pochuev em entrevista à agência oficial “RIA Novosti”.

Os queixosos, acrescentou, reivindicam compensações econômicas por causa do “forte sofrimento moral” causado por Madonna ao fazer “propaganda das uniões homossexuais” durante sua apresentação em São Petersburgo.

“Várias dessas pessoas estiveram no show, outras viram reportagens nos noticiários”, disse Pochuev. Madonna defendeu os direitos dos homossexuais em sua apresentação em São Petersburgo, cidade que aprovou uma lei punindo a propaganda homossexual entre menores de idade. “Queremos lutar pelo direito de ser livres. Viajei muito pelo mundo e vejo que as pessoas são cada vez mais intolerantes, mas podemos mudar isto. Temos a força para isso”, proclamou ao público a cantora americana. Madonna garantiu que “o amor” é a única coisa que pode mudar o mundo e pediu tolerância em relação as pessoas que têm uma orientação sexual não tradicional.

Madonna se pronuncia sobre o tumulto político no show no Olympia, Paris

Madonna fala sobre o show de Olympia, MDNA Tour, Paris, França

Neste domingo, 29, Madonna comentou sobre o triste episódio em seu site oficial, o madonna.com. Na última quinta-feira, 26, Madonna fez um intimista histórico no teatro Olympia enquanto roda os estádios do mundo com o MDNA TOUR. A noite terminou com dezenas de pessoas xingando e vaiando Madonna.

Tocar no teatro Olympia foi um momento mágico para mim e um deleite fazer esse show especial para os meus fãs e estar tão perto deles. Infelizmente ao final do show – depois de ter deixado o palco – alguns vândalos que não eram meus fãs correram ao palco e começaram a atirar garrafas de plástico que fingindo serem fãs irritados por se tratar de pocket show. Os relatos da imprensa têm-se centrado sobre isso e não no aspecto alegre da noite. Mas nada pode tirar ou estragar essa noite muito especial para mim e meus fãs. Quando olhei para a platéia, todas as pessoas que via tinham um sorriso alegre em seu rosto. Estou ansiosa para ter essa experiência maravilhosa de novo,” finalizou Madonna.

Todo fã sabe que Madonna costuma fazer este tipo de show pequeno, e isso acontece desde 1998.

Militantes foram os responsáveis por vaias ao show de Madonna em Paris

Madonna foi vaiada pelo público em um show surpresa do MDNA TOUR realizado na última quinta-feira (26) em Paris, no teatro Olympia. O motivo inicialmente atribuído ao desapontamento da plateia foi a duração da apresentação (de 45 minutos), mas, segundo informações do TMZ, o tumulto foi organizado por apoiadores de Marine Le Pen – política francesa que apareceu com uma suástiaca no rosto em vídeo exibido em shows anteriores da artista.

Madonna em Vogue no MDNA Tour Olympia - Paris - França

O concerto era esperado para ter um tom político a ela, e Madonna começou com uma nota rebelde. Na quinta-feira, Madonna ofereceu apenas uma crítica velada à posição do partido anti-imigrantes, prestando homenagem a uma França que “abria seus braços para as minorias”. “Eu sei que eu fiz uma certa Marine Le Pen muito brava comigo”, disse Madonna, acrescentando que sua intenção não era fazer inimigos.

Já ciente do expectadores militantes de Marine Le Pen, Madonna disse durante o show:

“Estamos vivendo um momento tenso do mundo. A economia está em colapso, pessoas passando fome na Grécia, pessoas do mundo todo estão sofrendo e todos estão assustados. E o que acontece quando as pessoas ficam com medo? Tornam-se intolerantes! Começam a apontar o dedo para outra pessoa dizendo ‘Você é a razão do problema, você é o culpado! Caia fora!’. Mas isso, vocês sabem, não irá resolver o problema. O inimigo não está lá fora, isso não existe. O inimigo está aqui dentro. Sei que Marine Le Pen ficou zangada comigo e minha intenção não é criar inimigos. Minha intenção é promover a tolerância! Se não aprendermos com o passado e com o que já se passou na história, faremos tudo igual e cometeremos os mesmos erros. Então, na próxima vez que você apontar o dedo para alguém e o acusar dos problemas de sua vida, aponte antes esse dedo a você! E aja! Se você enxergar o problema, não se queixe! Corrija-o!”, afirmou à plateia.

Jornalistas do site conversaram com fãs da rainha do pop que estiveram no local e com fontes ligadas à organização do evento. Segundo eles, as vaias e os gritos vieram de um grupo selecionado de pessoas que carregava mensagens de apoio a Le Pen. Além disso, todos sabiam que a apresentação seria curta, já que se tratava apenas de um show surpresa para membros do fã-clube.

Assista ao vídeo após o show

Assista ao show na íntegra

Contraste: Madonna fala sobre tolerância e leva intolerância dos próprios fãs

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna fez o tão aguardando show intimista no teatro Olympia, em Paris, para 2.700 pessoas como parte do MDNA Tour. Nele, Madonna expressou seu amor por uma França que está aberta a minorias e aos artistas e reinterpretou “Je t’aime moi non plus”, uma canção misturada com insinuações sexuais.

Ingressos para o show surpresa foram oferecidos primeiro aos membros do seu fã-clube e vendido dentro de minutos. Algumas pessoas começaram a se reunir fora do Olympia, já na quarta-feira, e expectativa era muito alta.

No final, os fãs manifestaram desapontamento com a duração do show, de menos 45 minutos e com apenas oito músicas apresentadas. Em um vídeo gravado por um fã, é possível ouvir muitas pessoas gritando as palavras “reembolso” e “vadia” em francês, além de garrafas de plástico sendo arremessadas no palco. Uma completa falta de respeito e ignorância. Será que alguém imaginava que num pequeno teatro Madonna o show seria o mesmo do restante do MDNA Tour, ainda mais num local onde o palco do show mal cabe ali? Já era previsível de que se tratava de um pocket-show. É claro que houve uma falta de comunicação, tipo, que Madonna deveria ter desenhado para os fãs de que o show não seria o mesmo. Mas…

O concerto era esperado para ter um tom político a ela, e Madonna começou com uma nota rebelde.

“Eu tenho uma afinidade especial com a França, e eu tenho há muitos anos”, a estrela pop gritou para o início. “Ele poderia ir todo o caminho para Napoleão, porque eu penso em mim como um revolucionário.”

No entanto, não houve repetição do desempenho que ela deu no 80.000 lugares Stade de France em 14 de julho, o que irritou extrema-direita da França, líder do partido, Marine Le Pen, mostrando uma foto dela com uma suástica sobreposta em seu rosto. Frente Nacional da França, desde então, anunciou que vai processá-la.

Na quinta-feira, Madonna ofereceu apenas uma crítica velada à posição do partido anti-imigrantes, prestando homenagem a uma França que “abria seus braços para as minorias”. “Eu sei que eu fiz uma certa Marine Le Pen muito brava comigo”, disse, acrescentando que sua intenção não era fazer inimigos.

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

“Estamos vivendo um momento tenso do mundo. A economia está em colapso, pessoas passando fome na Grécia, pessoas do mundo todo estão sofrendo e todos estão assustados. E o que acontece quando as pessoas ficam com medo? Tornam-se intolerantes! Começam a apontar o dedo para outra pessoa dizendo ‘Você é a razão do problema, você é o culpado! Caia fora!’. Mas isso, vocês sabem, não irá resolver o problema. O inimigo não está lá fora, isso não existe. O inimigo está aqui dentro. Sei que Marine Le Pen ficou zangada comigo e minha intenção não é criar inimigos. Minha intenção é promover a tolerância! Se não aprendermos com o passado e com o que já se passou na história, faremos tudo igual e cometeremos os mesmos erros. Então, na próxima vez que você apontar o dedo para alguém e o acusar dos problemas de sua vida, aponte antes esse dedo a você! E aja! Se você enxergar o problema, não se queixe! Corrija-o!”, afirmou à plateia.

Sob luzes vermelhas e em um palco totalmente vazio, Madonna cantou a famosa canção francesa, “Je t’aime moi non plus”, escrita por Serge Gainsbourg no final dos anos 1960.

Show curto

Os ingressos para o show, em que o mais barato custou $98, esgotaram-se em 5 minutos, e segundo disseram os organizadores, o site do Olympia caiu várias vezes devido ao tráfego pesado.

Os fãs começaram a se reunir ao meio-dia na quarta-feira para assistir ao show, com muitas barracas lançando na calçada para se certificar que o local mais próximo possível de Madonna.

Die-hard fã, uma fã alemã de 25 anos, disse que comprou 11 ingressos para 11 shows de Madonna durante o verão, a um custo de 2.500 euros.”Normalmente, eu sou um estudante. Agora eu sou um pobre estudante “, disse ela.

Madonna ofereceu ao público um conjunto de roupas sensuais e movimentos que desafiam a idade, 53, e até vestiu uma saia de couro preta, lápis, batom vermelho, e uma boina francesa. Ela prestou homenagem a vários artistas franceses, incluindo o ator Alain Delon e Piaf cantora.

“Eu ando em seus passos, na verdade eu sigo seus passos”, disse ela sobre a cantora de “La Vie En Rose”, de Piaf, enquanto cantou de joelhos no palco. Sob luzes vermelhas e sem bailarinos dessa vez, Madonna cantou a famosa canção francesa, “Je t’aime Moi Non Plus”, escrita por Serge Gainsbourg no final dos anos 1960. Ela amarrou um dançarino para baixo em uma cadeira e fingiu atirar-lhe na boca.

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Intolerância

Os fãs ficaram revoltados por conta da apresentação de apenas 45 minutos e começaram a disparar xingamentos como ‘vadia’ e ‘vagabunda’ contra ela.

“O show em si foi muito bom, mas ela nem mesmo cantar durante uma hora”, queixou-se a fã de 33 anos Delaval Guillaume. “Ela falou por cerca de 15 minutos de tolerância, não é a ONU aqui.”

O bailarino de Madonna, Drew Dollas, chocado com a reação dos fãs, declarou: “Espero que as pessoas na França que estiveram no show na noite passada e participaram da vaia no final, entendam que o show se modificou especialmente para o lugar e não era o nosso show atual… Foi um espetáculo que adicionamos para mostrar nosso agradecimento a França. (Isso) É um tapa na cara para ela (Madonna) e creio que deveriam escutar o discurso (dela) antes de Masterpiece.”

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Pierce Brosnan, o ator irlandês que atuou em quatro filmes de James Bond, participou do show com sua esposa. “Nós somos fãs. Minha esposa queria vir, então compramos ingressos “, disse ele à Reuters, explicando que ele estava em Paris para filmar um filme com Emma Thompson chamado “Love Punch. ” Além do famoso ator, também estiveram presentes o estilista Riccardo Tisci, da Givenchy e o fotógrafo Jean-Baptiste Mondino. O brasileiro Giovanni Bianco, Gilda Midani e os filhos da cantora.

Madonna se apresentará em Nice, França em 21 de agosto. Após shows no Oriente Médio e Europa, a cantora passa pelos Estados Unidos, Canadá, México, Colômbia, Brasil, Chile e Argentina.

LIZ ROSENBERG FALA:

A porta-voz da Madonna, Liz Rosenberg, emitiu um comunicado na tentativa de acalmar os desatentos fãs:

“O show da Madonna no Olympia foi planejado como sendo um sincero agradecimento à França, como ela explicou no começo do show. Apesar de uma agenda cheia, ela quis desesperadamente se apresentar aos seus fãs num ambiente intimista no histórico teatro Olympia como meio de homenagear seu amor por artistas franceses, ao cinema francês e um tributo à história francesa por ter talentos em diversas áreas como autores, pintores, poetas e as minorias de outros países. O show não foi anunciado como o show completo da MDNA Tour e com muito esforço foi feito para manter preços justos (100 euros para 2 mil lugares) e ser estritamente para os fãs. Esse show custou à Madonna quase 1 milhão de dólares para ser produzido. Ela já fez outros shows promocionais em casas menores no passado e nunca foram mais de 45 minutos. E a propósito, ela fez um show fabuloso, que foi transmitido para milhares de pessoas ao redor do mundo.”

FICA A DICA PARA MADONNA: Dá próxima vez, desenhe !

VÍDEO DA INTOLERÂNCIA DOS FÃS

FOTOS (MAIS EM NOSSO FACEBOOK)

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna MDNA Tour Olympia - Paris - França

Madonna fala sobre o MDNA Tour em entrevista ao Fantástico

Em Londres, Zeca Camargo entrevistou Madonna e confirmou que a cantora continua com apetite para as polêmicas. A rainha pop falou sobre as polêmicas que envolvem os shows da nova turnê MDNA.

Sobre o MDNA Tour, Madonna disse: “Eu não quis um show que fosse uma sequência de minhas tours. Esta tour é sobre religião, Deus, amor, tudo, vingança, decepção, é uma viagem das trevas a luz. Nós vivemos numa sociedade muito violenta, e eu acho que o que choca o público é me ver com um revolver na mão. Mas a ideia é essa mesmo, cada um vê o que quiser.”

Sobre a polêmica envolvendo a imagem de Marine Le Pen, ela disse que escolheu de própósito. “Escolhi aquela imagem (exibida no vídeo interlude de “Nobody Knows Me” – vídeo abaixo) para falar sobre intolerância contra estrangeiros e imigrantes no mundo. Vivemos num mundo assustador, mas até que melhoramos em algumas coisas, como os direitos das mulheres e dos gays, mas, ao mesmo tempo, aumentou os casos de violência contra minorias. Tem uma batalha acontecendo entre o bem e o mal,” explicou Madonna.

O apresentador Zeca Camargo, fã confesso de Madonna, perguntou se ela não se cansa de abordar esses assuntos desde o início da carreira, e Madonna foi categória: “Sou fascinada por religião. Fui criada como católica, mas hoje acho a instituição muito patriarcal e cheia de hipocrisia. Eu acho que se você é um artista, está sempre dissecando e desconstruindo as idéias. Esse é o nosso trabalho.”

E claro que o assunto Lady Gaga apareceu, e Zeca perguntou o motivo de Madonna cantar “Born This Way” durante o show. Muita gente considera que a música é inspirada num antigo sucesso de Madonna, “Express Yourself”. Zeca questionou se tudo não se trata de uma piada, uma homenagem, e Madonna, sem perder a ironia característica, foi categórica: “Eu gosto muito dessa música e fiquei feliz de ter ajudado Lady Gaga em compor ela.”

ASSISTA AO VÍDEO NESTE LINK

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Madonna

Marine Le Pen – Madonna será processa por partido Francês

Ok, Madonna não recuou. O principal partido francês de extrema direita, o Frente Nacional (FN), afirmou neste domingo que entrará com uma ação contra Madonna, que projetou no sábado em um espetáculo na França um clipe polêmico no qual aparece a líder do FN, Marine Le Pen. (leia mais aqui de como foi o show)

No clipe de “Nobody Knows Me”, projetado no palco e visível pela internet, a líder ultradireitista aparece com uma suástica na testa, pouco antes da aparição de um personagem que lembra Hitler.

“Não podemos aceitar esta infame correlação”, declarou à AFP o vice-presidente do FN, Florian Philippot, que assegurou que apresentará a denúncia por “insultos” na semana que se inicia.

A plateia reagiu impressionada no Stade de France no sábado quando a imagem de Le Pen apareceu brevemente em um telão, em um clipe que também mostrou o rosto de Madonna fundindo-se com uma série de figuras públicas, incluindo o papa Bento XVI e o ex-ditador egípcio Hosni Mubarak.

“Uma queixa civil por insulto será apresentada ao tribunal em Bobigny (nordeste de Paris)”, disse Philippot à AFP.

A promotora da turnê da cantora, LiveNation, não quis comentar a reação da Frente Nacional.

“Marine Le Pen defende sua própria honra, mas também a dos afiliados, simpatizantes e milhares de eleitores da Frente Nacional”, acrescentou.

Madonna conseguiu aquecer o Stade de France, nos arredores de Paris, no sábado, 14 de julho, dia da festa nacional da França, com um espetáculo ao estilo de uma grande missa que incluiu este clipe.

Marine Le Pen obteve no primeiro turno da eleição presidencial francesa de abril 18% dos votos, chegando na terceira posição, atrás do socialista François Hollande, atual presidente, e do ex-presidente Nicolas Sarkozy (direita).

Show de Madonna em Paris foi filmado. Será para o DVD? Assista ao vídeo

O show de Madonna ontem em Paris pode virar DVD/Blu-ray. A suposição é porque o show foi todo filmado, com direito a aviso na entrada. O show teve a participação do músico Will.I.Am do grupo Black Eyed Peas que entrou no palco enquanto Martin Solveig fazia a abertura e cantou o hit Boom Boom Pow!

Confira o vídeo abaixo das câmeras.