Arquivo da tag: Jean Paul Gaultier

12 razões pelas quais Vogue, de Madonna, é o melhor hino de todos os tempos

madonna vogue video rebel heart

Todos sabemos o quanto VOGUE, single de Madonna de 1990, é um dos mais importantes e melhores clipes da carreira dela e de todos os tempos. Na última semana, o clipe completou 25 anos. Saiba quais as 12 razões que o torna excepcional:

1. É um prazer inenarrável quando você consegue dizer todos os nomes de Hollywood do rap;
2. É uma dança que todos podem tentar (com resultados variados). Como Madonna diz: “Faça uma pose, não tem nada demais”.

Continue lendo 12 razões pelas quais Vogue, de Madonna, é o melhor hino de todos os tempos

Jean Paul Gaultier: “Não há ninguém como Madonna”

madonna e JEAN PAUL GAULTIER blond ambition

Esta é mais uma visita ao mundo da moda de Jean Paul Gaultier: da calçada à passarela, com mais um lançamento. Porém, apesar das repetições, Gaultier é excitável como se fosse a primeira vez, já que a moda – mesmo a que ele mesmo cria – chama atenção a novos detalhes sempre que você a vê.

“Percebi o tulle de um vestido que esqueci que havia criado”, disse ele, apontando a um vestido. “A forma com que a luz chama sua atenção a certas partes te lembra de detalhes esquecidos. Tenho criado por 38 anos, então é fácil esquecer cada detalhe de cada vestido”.

Seu lindo sotaque francês, o cabelo encaracolado e o sorriso infantil chamam a atenção ao primeiro espartilho que ele criou, no início dos anos 80. Ele se encontra na área privada dos cômodos da exibição. Este vestido representa o início da ideia do sutiã de cone, antes de se tornar famoso por Madonna na turnê “Blond Ambition”. Ainda jovem, Gaultier desenhou modelos de cone na ursa de pelúcia Nana – também em exibição.

“Não há ninguém como Madonna”, afirmou. “Ela se dirige, é talentosa, durona e interessante. Ela inspira homens e mulheres a seguirem-na. Ela comanda o próprio mundo”.

O relacionamento do designer e a musa causou muito interesse, e Gaultier admite que sempre se sentiu atraído pela presença e energia enigmática de Madonna. Ele disse que a viu pela primeira vez na televisão cantando “Like A Virgin” e ficou estupefato pela mistura de movimentos sensuais e conotações religiosas.

“Eu a pedi em casamento três vezes, mas ela sempre recusou”, confessou ele, revelando algo que manteve em segredo por décadas. E acrescentou: “As pessoas mudam, e não nos falamos mais”.

Há uma grande diferença entre Madonna e Beyoncé

madonna e beyoncé juntas together

Há uma grande diferença entre Madonna e Beyoncé. Madonna é a artista que toda cantora quer ser. Sua sexualidade sempre revolucionária é sua marca – uma forma de auto-expressão. Nos anos 90, ela usou o infame sutiã de cone de Jean Paul Gaultier com os espirais hipnóticos que enfatizavam a sexualidade, em justaposição com sua criação católica (tudo isso enquanto seduzia uma cadeira), durante a Blond Ambition Tour. Ela supostamente arrecadou quase US$ 63 milhões, o que tornou esta a turnê mais bem-sucedida à época. Uma década depois, sua The Confessions Tour, durante a qual ela cantou Live To Tell pendurada em uma cruz, rendeu a ela US$ 194,7 milhões, segundo a Billboard.

Agora, parece que Beyoncé tem estudado a cartilha. Ela vestiu uma tanga La Perla no Grammy deste ano para exibir seu corpo, enquanto apresentava Drunk In Love – também em uma cadeira – enquanto seduzia (e era seduzida) seu marido Jay-Z.

Talvez sua performance no Grammy e este lado mais atrevido sejam uma homenagem a Madge (em seu quinto e homônimo álbum, a canção e o clipe de Haunted têm sido comparados a Erotica, de Madonna). Ou talvez ela entenda que começar uma revolução pseudo-sexual em troca de lucro seja como se manter relevante.

Afinal de contas, sexo ainda vende. E outros negócios estão surgindo. A revista Forbes, por exemplo, questionou se a performance de Drunk In Love serviu para aumentar as vendas do álbum. A resposta é, “claro que sim”.

“Abri minha própria empresa”, Beyoncé contou à Billboard, sobre a Parkwood Entertainment, fundada em 2008. “Quando decidi que seria minha própria empresária, foi importante não ir a uma grande empresa de gerenciamento. Senti que queria seguir os passos de Madonna e ser uma potência, com meu próprio império, e mostrar a outras mulheres que, ao se chegar neste ponto na carreira, você não precisa assinar um contato com outra pessoa e dividir seu dinheiro e seu sucesso – você o faz sozinha”.

Mas se Beyoncé está tentando ser como Madonna, a pergunta é: “será que ela consegue?”. Não será fácil.

Após décadas na indústria, Madonna é a artista feminina que mais vendeu singles de todos os tempos. Aos 55 anos, ela vendeu mais de 300 milhões de discos em todo o mundo, arrecadou centenas de milhões em turnês sozinha e ganhou 14 Grammy em 26 indicações. A Billboard a classificou em segundo lugar, atrás apenas dos Beatles em sua última lista dos “100 mais”, tornando-a a artista solo mais bem-sucedida na história da parada de singles americana. Só no ano passado, Madonna ficou no topo da lista da Forbes de celebridades que ganharam mais de US$ 125 milhões, e, apesar do álbum MDNA não ter vendido tanto, sua turnê rendeu US$ 305 milhões.

Beyoncé, 32, tem sido uma artista solo desde o fim das Destiny’s Child em 2005, e, assim, já vendeu mais de 80 milhões de discos e ganhou 14 Grammy de 25 indicações, em apenas nove anos. Em 2009, a Billboard a nomeou a “Melhor Artista dos anos 2000” e ela também foi a “Artista do Milênio” em 2011. A Forbes registrou os ganhos de Beyoncé no ano passado em US$ 53 milhões. Sua última turnê, The Mrs. Carter World Tour, teve 132 apresentações e ela arrecadou US$ 183 milhões até o dia 12 de março.

“Beyoncé tem um controle incrível sobre sua pessoa e o que ela coloca no mundo. Você nunca sabe se existem pessoas nos bastidores que a ajudam”, disse Kevin Allred, professor na Universidade Rutgers, que estabeleceu uma aula sobre raça, gênero e políticas sexuais, chamada Politizando Beyoncé.

madonna reinvention beyoncé

“Ela colocou o controle em ação no ano passado, quando a Target escolheu não vender seu álbum homônimo após ela ter dado ao iTunes uma semana de vendas exclusivas. Bey assumiu o controle. Ela foi a uma loja Wal-Mart em Tewksbury, Massachusetts, e ofereceu a cada cliente na loja “50 dólares pra gastar com ela” durante a temporada de compras de Natal, efetivamente dando o dedo do meio à Target e, engenhosamente, dizendo “aqui está um dinheiro extra pra comprar meu álbum”.

Estar no controle é o que faz de Beyoncé a mulher de negócios que ela é – uma característica que ela aprendeu a aperfeiçoar. “Nunca estou satisfeita”, contou Beyoncé à Forbes em 2009. “Tenho certeza de que, às vezes, não é fácil trabalhar pra mim. Nunca conheci alguém que trabalhe mais pesado do que eu na minha indústria”.

E enquanto “Madonna poderia ser vista assim, com muito controle [sobre sua imagem]”, Allred contou a Quartz, “parece que existe um nível extra [com Beyoncé]. Se alguma foto desfavorável é publicada, ela é retirada da Internet”.

Beyoncé reservou cinco meses pra se preparar para o Superbowl de 2013, que é o show mais assistido do ano (Madonna levou quatro meses). Ela tomou todas as rédeas e prometeu perfeição. Gawker descreveu sua apresentação: “Beyoncé existe pra nos surpreender com perfeição e uma ética de trabalho extraordinária, e ela conseguiu fazer um espetáculo único na vida”.

Mas, de algumas formas, a perfeição de Beyoncé é um “calcanhar de Aquiles”. Para revolucionar a indústria da música, de forma tão rápida, ser melhor do que todos não é o bastante, porque tudo muda num piscar de olhos. Os artistas devem se reinventar pra permanecer no topo ou serão deixados pra trás.

Isso é algo que Madonna conhece bem. Recentemente, ela compartilhou uma foto de sua axila cabeluda no Instagram. Ela escreveu: “Cabelo grande…nem ligo!!! #artforfreedom #rebelheart #revolutionoflove”. Mas, como um escritor observou, Beyoncé não se permitirá este tipo de liberdade – ela está sempre e completamente no controle, impecável.

“Beyoncé possivelmente nunca viu uma foto desfavorável dela em qualquer mídia”, escreveu Esther Zucherman sobre o documentário de Beyoncé. “Ela está deslumbrante ao gravar closes de si mesma com pouca luz. Ela está deslumbrante quando vai trabalhar. Assistir às suas performances perfeitas é uma emoção. Assistir aos seus momentos difíceis sem perder um fio de cabelo faz você se sentir mal consigo mesmo”.

Beyoncé é o chefe, batalhadora, ambiciosa. Mas os chefes não são bons com revoluções: se Bey quer começar uma – e uma feminista – trave uma guerra ou coloque cabelo falso debaixo do braço e poste no Instagram. Ela se livra fácil disso. Mas até entender isso, ela não será como Madonna, muito menos tomará seu lugar – ela continuará agindo rapidamente. (Fonte: Quartaz)

Assista ao comercial do show de Madonna 2012 no Rio de Janeiro

Madonna Comercial show Rio de JaneiroMadonna no Rio de Janeiro. A turnê MDNA WORLD TOUR chega ao Brasil em dezembro, Os destinos de Madonna são Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. O primeiro show no Brasil será no dia 1º de dezembro no Parque dos Atletas, no Rio de Janeiro. Dia 4 será a vez dos paulistas verem a cantora no estádio do Morumbi. O último show será em Porto Alegre, no dia 9, no estádio Olímpico. Neste domingo, 29, foi divulgado o comercial oficial anunciando o show no Rio de Janeiro pela TV Globo. Assista logo abaixo.

O estilista e amigo de Madonna, Jean Paul Gaultier, fará os modelitos da nova turnê de Madonna, MDNA, que chega ao Brasil dia 1º de dezembro. Lembram-se do icônico corselet dourado de sutiã pontudo em Blond Ambition, de 1990? Foi ideia de Gautier, que também assinou os modelos de Confessions Tour, Re-Invention Tour e Drowned World Tour. Alguns figurinos também serão da grife Givenchy, do estilista Riccardo Tisci, um apaixonado pelo Brasil. “Eu venero e adoro Gaultier, que vai fazer uma das minhas fantasias e ser uma espécie de consultor de figurinos numa parte do show, com todos os meus dançarinos. Estou muito feliz que ele está fazendo isso, porque ele é um gênio. E eu provavelmente vou usar algo que Riccardo, da Givenchy. Mas o resto vai ser criado pela minha estilista Arianne Phillips”, disse Madonna durante o lançamento do perfume Truth or Dare, ontem (16), em Nova York.

Madonna deixou os fãs bem ansiosos com as novidades do show. “Músicas incríveis, danças inacreditáveis… O time de pessoas com que trabalhei no Super Bowl está trabalhando comigo (foram comparados aos acrobatas do Cirque du Soleil). Será uma festa para olhos e ouvidos”, disse à MTV News. Só para lembrar, Madonna arrebatou a crítica internacional em 12 minutos de apresentação no campeonato de futebol americano levando para o público níveis superlativos de produção e tecnologia: “Quem não foi conquistado por seu show? Os 12 minutos provaram que ela continua original e que superou muitos dos cantores que trabalham hoje e eles tem metade de sua idade”, disse a Forbes; “Desde que Liz Taylor apareceu em Cleópatra a cultura pop não tinha visto um espetáculo em tamanha escala. Isso por si só já bastou para Madonna mostrar sua subversão”, elogiou o New York Daily News.

Madonna já começou os ensaios no Coliseu de Nassau, em Long Island, Nova York, segundo o jornal Newsday. Mais um detalhe: o palco terá uma passarela em formato de V com 30 metros de comprimento (o dobro da turnê anterior).

MADONNA WORLD TOUR 2012: Jean Paul Gaultier confirma ser o estilista do MDNA tour

O designer e estilista francês e amigo de Madonna, Jean Paul Gaultier, confirmou (heeee) que ele é o responsável pelas roupas de Madonna em sua MDNA WORLD TOUR 2012. Vale lembrar que Gaultier ficou famoso pelas peças criadas para a cantora em sua tour Blond Ambition Tour, de 1990.

Jean Paul Gaultier é o estilista da nova tour de Madonna, MDNA WORLD TOURGaultier atualmente é o diretor criativo da Diet Coke e teve como sua primeira ordem de trabalhos uma linha de garrafas de moda e adivinhe de onde veio as inspirações para sua nova coleção fashion da Coke? De Madonna, claro! Lembram dos corpetes de Madonna, os famosos corpetes Blond Ambition? A confirmação aconteceu na noite desta quarta-feira no evento de lançamento de sua novas peças para a Coke, em Paris.

Criatividade em alta, é esperar o que Madonna vestirá em sua MDNA WORLD TOUR, ainda sem datas confirmadas para o Brasil.

NÃO DEIXE DE CURTIR A PÁGINA DO MADONNA MADWORLD NO FACEBOOK.

Jean-Paul Gaultier: ‘Ninguém é como Madonna. Nem Lady Gaga”

A imagem do estilista de ar blasé, de nariz empinado, fazendo cara de nojo para tudo definitivamente não se aplica a Jean-Paul Gaultier. Simpático, sorridente, animado, ele cumprimentou todos os jornalistas na mesa-redonda de que o iG participou, na tarde do sábado (8) e se despediu com um “então, até mais tarde!”. Ele está no Rio pela enésima vez para apresentar no Festival do Rio o documentário “Jean-Paul Gaultier – Quebrandoas Regras”, dirigido por uma de suas descobertas, a ex-modelo Farida Khelfa.

O filme, basicamente uma grande entrevista, às vezes conduzida por personalidades como Carla Bruni e Dita Von Teese, terá sessão com presença do estilista e da diretora neste domingo (9)às 20h, no Estação Sesc Botafogo 1 – há outra exibição, às 14h45.

Leia a seguir os principais trechos da entrevista de Gaultier:

Como foi se ver na tela

“Foi horrível. Sou atraído por pessoas com feições fortes, com sobrancelhas grossas, e eu não tenho sobrancelhas. Eu não tenho cor na pele, não gosto da cor do meu cabelo, não tem nada de especial. Na realidade, gosto do contrário de mim mesmo. Mas isso me deu inspiração para achar algo diferente para mim. Não digo que me ame fisicamente, mas não sou tão mau mentalmente.”

Auto-definição

“Eu me definiria como um monstro! (risos) Não gosto de mim fisicamente. Sempre tento fazer com que as pessoas fiquem mais bonitas porque não me acho bonito. É verdade! Mas não quero fazer vocês chorarem (risos). Diria que sou honesto. Porque, quando era criança, estava sempre mentindo, talvez porque não gostasse da vida que eu vivia. Tentava fazê-la parecer mais interessante. Mas, desde que comecei a trabalhar com o que amo, não posso mais mentir.”

Infância

“Eu era rejeitado porque não era bom em futebol. Meus primos diziam que eu não era um menino de verdade. Me sentia humilhado. Mas um acidente aconteceu que foi muito bom para mim. Eu desenhei uma personagem do Folies Bergeres, tinha 9 anos. Uma professora quis me humilhar, pregou o desenho nas minhas costas e me fez desfilar na escola toda. Só que todo o mundo gostou e começou a me encomendar desenhos. Aí descobri que não era bom ou mau. E isso me deu energia para desenhar.”

Legado

“Gostaria de ser lembrado por ter uma mente aberta para diferentes tipos de beleza. Não gosto de apenas um tipo de beleza, inclusive para homens.”

Moda depois de 35 anos

“Sempre é uma nova aventura. Mas não gosto da rotina. Só que sempre há novas ideias, novos projetos. É como um novo amor, você fica excitado, claro.”

Visão de moda

“Conheci a moda pelo cinema. Gosto de fazer desfiles teatrais, mesmo que as modelos andem normalmente. E quero ver as roupas em alguém real. Quando vi Farida pela primeira vez, achei que ela era incrível. Gosto de modelos com atitude.”

Gisele Bündchen

“Adoro, ela é uma modelo clássica linda. Ela sempre me pareceu interessante, é forte. E as brasileiras têm um jeito diferente de andar na passarela, têm atitude. Quando a conheci, vi que ela é simpática, alegre, normal. Também adoro a Rachel Zimmermann.”

Madonna

“Foi uma experiência fabulosa trabalhar com Madonna, uma das melhores da minha carreira. Temos a mesma visão. Ela é única. Ela é feminina, mas ao mesmo tempo o maior macho que eu conheço. É uma mulher fantástica.”

Lady Gaga é a nova Madonna?

“Ninguém pode ser como Madonna. Ela está fazendo coisas que a Madonna já fez. E a Madonna é muito bonita. Ela pode ficar loira, ruiva, de cabelos pretos. Lady Gaga, não.”

Conselhos para a mulher brasileira

“A mulher brasileira já me parece se vestir com conforto. Isso é muito importante. Não se negue. Não mascare sua personalidade. Não morra pela moda!”

Planos no Rio

“Vou para uma escola de samba, também vou para alguma festa. Gostaria de ver um show de drag queens. E, claro, vou ver a parada gay! Também queria ver algum filme brasileiro.”

Jean Paul Gaultier coloca a venda livro especial com fotos raras da Madonna

Novidade aos fãs que colecionam itens raros! O livro que faz parte da exposição “The Fashion World of Jean Paul Gaultier: From the Sidewalk to the Catwalk” será colocado à venda nas principais livrarias.

É que lá contém fotos inéditas e exclusivas da Madonna fazendo provas dos figurinos que seriam utilizados na turnê Blond Ambition, de 1990.

Abaixo, as fotos em melhor qualidade que o site oficial Madonna.com publicou aos sócios do fã-clube ICON.










Já é possível reservar a compra através da pré-venda na Amazon, por 77 dólares (120 reais). O lançamento oficial será dia 01/Novembro.

A exposição que faz uma retrospectiva aos 35 anos de carreira do estilista Jean Paul Gaultier está no Museu de Belas Artes de Montreal, no Canadá.

Dentre as dezenas de peças em exibição, há o famoso e lendário corpete com os seios pontudos, usado por Madonna na turnê Blond Ambition e que ela emprestou especialmente para seu amigo.

| Fonte: Madonna Online |