Madonna chama o presidente da Venezuela de facista

madonna presidente venezuela maduro

Os protestos na Venezuela se tornaram mais violentos e geraram muita atenção pública. Madonna atacou o presidente venezuelano Nicolás Maduro no Instagram, dizendo que “Aparentemente, Maduro não conhece a frase ‘Direitos Humanos’! O Fascismo está vivo e sendo bem operado na Venezuela e na Rússia. A Ucrânia não está muito distante disso! #acordaporra #revoluçãodeamor”, juntamente com uma foto de Maduro. A postagem foi curtida mais de 40 mil vezes até agora.

A situação se tornou mortal: já são seis mortos, incluindo a modelo Génesis Carmona. Madonna tem se expressado politicamente, em particular sobre os Direitos Humanos. No último dia 05, ela participou de um concerto da Anistia Internacional em Nova York, no qual apresentou as cantoras do grupo Pussy Riot. Ela também iniciou o chamado Art For Freedom, um projeto secreto com o diretor Steven Klein e a cantora Katy Perry.

Madonna teve uma reação similar à notícia da violência nas ruas contra os membros do Pussy Riot: “Tá de brincadeira? A polícia russa está mesmo chicoteando o Pussy Riot por fazer música nas ruas? Estamos na Era da Escuridão? DEUS abençoe P.R.. Elas são destemidas! #artepelaliberdade #revoluçãodoamor”. Madonna se tornou uma ativista pop com seu envolvimento em shows como Live Earth e Live Aid, além do documentário I Am Because We Are.

Comentários