Arquivo da tag: #SecretProjectRevolution

Madonna para a L’Uomo Vogue – fotos e tradução da reportagem

madonna-uomo-vogue-tom-munro-cover-magazine-revista-capa
Aqui está a capa da L’Uomo Vogue com Madonna, edição maio-junho.

O próximo álbum de Madonna faz uma conexão com o projeto “Art For Freedom”. E podemos esperar ver a rainha do pop cada vez mais envolvida e comprometida. “Eu não tenho escolha. A esta altura, não há como voltar atrás. Este é o meu papel no mundo, o meu trabalho como artista. Eu tenho uma voz e eu tenho que usá-la.” L’Uomo Vogue.

madonna-uomo-vogue-tom-munro-pagina2

Por causa da Internet, ou porque nos adquirimos algum tipo de maturidade, a mídia de massa, o papel social das celebridades mudou nos últimos anos. Não é que agora eles são menos interessantes, pelo contrário, agora a exigência é sermos mais transparentes.

Conseqüentemente, muitos redescobriram a antiga função de arte como uma consciência pública e eles usam a sua influência da mídia para fins sociais . Um exemplo? Madonna , que não só é ainda é o maior ícone pop de todos os tempos, mas também a mais comprometida artista na luta pelos direitos humanos como demonstrado por suas declarações públicas freqüentes, seu trabalho humanitário no Malauí e seu recente projeto #Secretprojectrevolution e Art For Freedom .

Secretprojectrevolution é um curta-metragem co-dirigido com Steven Klein. É necessária uma “revolução do amor [ …], uma revolução do pensamento independente , de ter a sua própria opinião e não dar a mínima para o que as pessoas dizem.”

O filme tem um viés autobiográfico e reflete as muitas batalhas contra os estereótipos que Madonna tem lutado desde o ínicio de sua vida. “Como você pode criar arte sem se envolver?”, Afirma Madonna. “Eu gosto de me comparar a Frida Kahlo: tudo o que ela fez foi um auto-retrato.”

madonna-uomo-vogue-tom-munro-pagina3

madonna-uomo-vogue-tom-munro-pagina4

O filme foi originalmente concebido como a campanha publicitária para sua coleção de lingeries, no entanto, o #Secretprojectrevolution acabou se transformando em um manifesto contra a opressão. Ele se baseia em uma coreografia sensual com cenas de masoquismo filmadas num labirinto de salas de uma antiga prisão, em Buenos Aires.

Madonna alternadamente desempenha o papel de prisioneira e ora torturadora, acompanhadas de mensagens políticas sobre o controle e punição. “Às vezes nós somos as vítimas da opressão, outras vezes nós nos aprisionam”, diz ela. “O filme é um exemplo do mundo paradoxal em que vivemos.”

Art For Freedom é a próxima etapa a partir do filme. É uma plataforma digital em associação com a Vice Media que hospeda vídeos, fotos , ilustrações e documentação de performances que abordam a intolerância e perseguição. “Houve uma época em que a arte refletia o que estava acontecendo na sociedade” , ela prossegue, pensativa. “Artistas como Marvin Gaye, Stevie Wonder, Richard Pryor ou Jean-Luc Godard fizeram declarações políticas através de sua arte.” O objetivo do projeto Arte para a Liberdade é “encorajar as pessoas a acreditar que podemos trazer mudanças no mundo através da arte” e um grito de protesto contra a mercantilização da criatividade.

Sua maior fonte de inspiração é o escritor e ativista James Baldwin, que falou longamente sobre a responsabilidade de um artista na sociedade. “Ao nos permitir sermos consumidos por uma marca corporativa, se preocupar em ter a aprovação dos outros e promover apenas o que é aceitável e popular, nós destruímos a nossa arte e tudo sobre ele que é único”, diz Madonna.

No início de sua carreira, em Nova York, ela pertencia à comunidade artística East Village e ela era amiga de Jean-Michel Basquiat e Keith Haring , artistas que abordaram questões sociais através da arte de uma forma direta como fazem muitos artistas em seu projeto “Art For Freedom”. “Sair com Keith e Jean-Michel profundamente me influenciou” , ela lembra. “Sua abordagem à arte visava torná-la acessível às pessoas, no metrô, na rua. Não era elitista, você não tem que pagar por isso, ir a um museu ou galeria ou frequentar os ambientes dos ricos , você pode ser qualquer um.”

Art For Freedom luta contra estereótipos, intolerância e discriminação e promove os direitos civis e a aceitação da diversidade . “Não somos inimigos, tiranos, fascistas e ditadores, pessoas que destroem vidas de outras pessoas ou tira a sua liberdade como Putin ou o presidente da Venezuela” , a estrela continua, com fervor. “Na verdade, o inimigo está dentro de nós. Se estamos conscientes disso ou não, estamos constantemente a discriminar e julgar os outros. Assim, a primeira coisa que temos que mudar é a nós mesmos. Todos os grandes líderes disseram fizeram isso como Gandhi, Martin Luther King, John Kennedy e Nelson Mandela.”

Depois da prisão de Pussy Riot, Madonna fez um discurso (leia aqui) defendendo os direitos dos homossexuais em seu show em São Petersburgo em 2012 durante a passagem do MDNA Tour por lá. Oitenta e sete pessoas foram presas naquela noite e a estrela foi multada em um milhão de dólares. Em algumas ocasiões, ela foi vaiada, censurada e ameaçada de morte, porém, tudo em vão, nada impediu Madonna de expressar suas opiniões. “Estou disposta a sacrificar tudo em nome dos direitos humanos”, ela declara: “além de meus filhos.”

Seu próximo álbum está completamente conectado com o “Art For Freedom”. E podemos esperar ver Madonna cada vez mais envolvida e comprometida com estas questões. “Eu não tenho escolha. À esta altura, não há como voltar atrás. Este é o meu papel no mundo , o meu trabalho como artista. Eu tenho uma voz e eu tenho que usá-la.”

Longe das paredes de museus, o qual um grande número de estrelas pop aspiram um dia chegar, as declarações de Madonna e sua determinação ecoa as palavras de Baldwin. Elas são destinadas para outros artistas na esperança de despertá-los em seu potencial como agentes, se assim o desejarem, de mudança social e os líderes de uma sociedade civilizada mais democrática.

madonna-uomo-vogue-tom-munro-pagina5 madonna-uomo-vogue-tom-munro-pagina6

Art for Freedom: Madonna conversa com fãs nesta segunda

madonna-artforfreedom-chat-buzzfeed

Arte Pela Liberdade, a iniciativa digital global co-fundada por Madonna para alimentar o discurso livre e se voltar à intolerância em todo o mundo através da arte, foi acompanhada pelo site BuzzFeed para coletivamente cuidar de uma nova coleção de trabalhos da comunidade de artistas visuais.

Na noite desta segunda-feira, 14, Madonna conduziu uma conversa ao vivo no site, na qual comentou sobre os trabalhos enviados. A seguir, um resumo do que aconteceu.

Madonna:
Apoio a liberdade de uma mulher poder escolher se cobre a cabeça ou não. Entretanto, cobrir o cabelo por oração está apto a interpretações e diferentes crenças. Com ou sem veu, meu voto é pela liberdade de se expressar de qualquer maneira.

Em resposta a aishamedia:

Madonna:
Adoro a ideia familiar, mas me preocupo com a saúde de todos.

Em resposta a Matt Stopera:
Juggalos representa uma das últimas grandes subculturas americanas. Eles vivem sob suas próprias regras, falam seu próprio idioma e têm seus próprios costumes. Eles também não se importam sobre o que pensam deles.

Madonna:
Não entendo. Um fundamentalista é um extremista que não vê a opinião alheia. É isto o que quer dizer? A leitura cria uma mente aberta? Fiquei confusa, preciso de uma explicação.

Em resposta a heymarki:

null

Madonna:
Excelente direção de arte. Nota 10 pelo esforço. Geralmente, sinto o mesmo, podendo me expressar apenas através da dança. Vai com tudo, garota!

Em resposta a everreynaldoculquitantes:

Madonna:
Concordo com as palavras, mas, para lutar mesmo pela liberdade, é preciso agir, não apenas com palavras. Basicamente, isso o transforma em um lutador. Alguém que não apenas diz o que deve ser dito, mas cumpre o que promete. Não é o que você diz, mas o que faz.

Em resposta a elainem28:

art for freedom madonna

Madonna:
Você tem sorte por viver num lugar em que tem liberdade de se expressar. Valorize isso!

Em resposta a jamesg93:

art for freedom madonna

Madonna:
Em algumas sociedades, é crime ser mulher. Elas ainda são tratadas como cidadãs de segunda classe em muitas partes do mundo. Espero realmente que isso termine um dia. Adorei esta arte, é ótima!

Em resposta a gerardo greco:

art for freedom madonna liberdade

Madonna:
Sim, concordo. Se não aprendermos com a História, a repetiremos. Este é, obviamente, um poema escrito por alguém que acredita em reencarnação. A transmigração da alma. Se te encontrar no estúdio, podemos compor juntos.

Em resposta a victoriala:
“Já aprendeu o que veio aprender
Ou voltará pra cometer os mesmos erros?
Você veio pra amar, não odiar
Devo ter uma alma velha
Pois, quando olho nas suas janelas, ou ouço você culpar
Sei que você voltará
Até acertar…”

Madonna:
Infelizmente, a religião é responsável por muita separação, violência, dor e sofrimento. Se as pessoas realmente estudarem os Livros Sagrados de quaisquer doutrinas em que estejam, elas verão que há um fio que une todo mundo: “Ame ao Próximo como a Ti Mesmo”. A Paz Mundial é possível. Ela não tem nada a ver com religião, mas com conscientização.

Em resposta a Richard Alonso:

art for freedom madonna

Madonna:
Ninguém deve morrer de fome, este é um conceito ridículo nos tempos modernos. Infelizmente, as pessoas ainda são assim. Por favor, explique pra mim como fazer meus filhos conseguirem viver com 7 pratas por mês.

Em resposta a vladapart:
Este é o meu trabalho para o projeto Arte Pela Liberdade, de Madonna. Cada azulejo representa uma vida, e a pintura mostra o número de vidas perdidas a cada hora por causa da fome. Os azulejos vermelhos mostram crianças com menos de 5 anos que morrem a cada hora. Todos perderam a LIBERDADE DE VIVER. Espero muito que possamos mudar isso. Espero que a visualização possa ajudar as pessoas a entenderem como esse número é grande.

art for freedom madonna

Madonna:
Não saia do seu emprego. Entretanto, é um bom argumento. As pessoas não sabem ouvir, é uma forma de arte perdida. Em grande parte, por todos estarem ao telefone.

Em resposta a 1B1H1:

Madonna:
Este é o meu preferido. Gastamos muito tempo tentando nos adaptar ao que a sociedade espera de nós. De fato, o corpo é temporário, e é incrível quanto tempo gastamos em algo que é impermanente.

Em resposta a Koax:

madonna-artforfreedom-buzzfeed-chat1 madonna-artforfreedom-buzzfeed-chat2

Madonna na direção do filme Adé: A Love Story

madonna dirigindo filme Adé A Love Story

Apesar das críticas e do fracasso comercial de seu último filme, “W.E.“, Madonna irá voltar à direção de cinema com Adé: A Love Story, uma adaptação do romance homônimo de Rebecca Walker.

Walker, filha da autora de A Cor Púrpura, Alice Walker, publicou o romance no ano passado. A história é sobre um casal de estudantes americanos em viagem no Quênia, sendo que um deles se apaixona por um nativo, Adé – ela adota um nome árabe e tenta se adaptar à nova vida em um ambiente desconhecido, antes de enfrentar diferenças culturais com a visita do casal aos EUA. Psicólogos de plantão talvez tracem um paralelo com a vida de Madonna: a cantora se mudou para o Reino Unido para morar com o marido cineasta Guy Ritchie, antes de se divorciarem. Ela também viveu um romance tropical no filme “Destino Insólito”.

O filme será produzido por Bruce Cohen, um dos produtores do bem-sucedido filme “O Lado Bom Da Vida”, de David O’ Russell. Um roteirista está sendo procurado para adaptar o romance, que será o terceiro filme de Madonna, depois de “Sujos e Sábios” em 2008, e “W.E”. em 2011, que explorou a vida de Wallis Simpson, juntamente com a de uma pesquisadora contemporânea que mergulhou na verdade do romance de Simpson com o rei Eduardo VIII.

O filme foi duramente criticado. Peter Bradshaw, do jornal The Guardian, o chamou de “um desmaio longo, sem humor e necrofílico frente ao suposto glamour tragi-romântico dos Windsors”. O filme rendeu menos de 1 milhão de dólares em todo o mundo.

Aos 55 anos, Madonna continua a super estrela cultural que sempre foi. Juntamente com seus projetos cinematográficos, ela também lançou um curta-metragem através do BitTorrent no ano passado chamado secretprojectrevolution, além de seu mais recente álbum MDNA em 2012, e sua turnê subsequente, que a ajudaram a ser a artista que mais rendeu em 2013, segundo a Forbes.

Em fevereiro, ela anunciou, na inauguração de uma nova academia Hard Candy Fitness, que começara a produzir um novo álbum. Ela apresentou uma versão emocionante de “Open Your Heart” nos prêmios Grammy deste ano, com 33 casais celebrando a união no palco durante a performance de Macklemore e Ryan Lewis, e também cantou no Acústico MTV Miley Cyrus.

Na semana passada, ela lançou sua grife de cosméticos “MDNA Skin” no Japão, com um vídeo promocional, que lembra a obscenidade monocromática da era Sex, nos anos 90: “Ter uma boa pele é importante pra mim. Assim como outras coisas, como a criação”.

Só esperamos que este projeto não atrapalhe na produção e depois divulgação do novo álbum!

“Acho que Madonna é a maior artista visual que já tivemos,” diz Kanye West

Madonna e Kanye WestO cantor Kanye West falou sobre Madonna com Steve McQueen em uma recente entrevista para a  Interview Magazine.

“Acho que Madonna é a maior artista visual que já tivemos. Se você olhar ao catálogo dela, os fotógrafos com quem ela trabalhou ao longo da carreira a tiveram da maneira correta. No contexto correto. Foi esse visual que garantiu que tudo desse certo de alguma forma,” disse.

Kanye trabalhou com Madonna no álbum “Hard Candy”, de 2008.

Leia a entrevista no site da revista.

Aplausos!

Katy Perry com Madonna no Art For Freedom em janeiro

Katy-Perry-Madonna-art for freedom secret project

Madonna confirmou Katy Perry como a primeira artista convidada para o Art for Freedom em 2014 já no mês de janeiro. Katy vai colaborar com Madonna para selecionar apresentações diárias a serem exibidos no site artforfreedom.com. Desde seu lançamento em setembro de 2013, Art for Freedom recebeu mais de 3.000 inscrições globalmente através do site oficial e em suas plataformas de mídias sociais.

“A arte pode mudar o mundo, mas primeiro ele precisa ser visto e ouvido,” disse Madonna. “Katy Perry e eu estamos lhe pedindo para ser a voz e mostrar-nos como você define a liberdade em 2014. Este será um ano de mudanças monumentais para os direitos humanos e nós queremos que você seja uma parte dessa mudança. Vamos ouvi-lo.”

“Estou muito feliz por ter a liberdade de me expressar através da música”, disse Katy Perry. “Agora eu estou chamando todos os meus KatyCats incrivelmente criativos para usar seu talento para mostrar a Madonna e a mim como eles expressam a sua liberdade. Acredito que 2014 pode ser um ano de grande mudança social. Juntos podemos fazer muito pelos Direitos Humanos. Junte-se à conversa e deixe sua arte ser a sua voz.”

Como parte da iniciativa Art For Freedom, Katy Perry irá trabalhar com Madonna para selecionar um artista durante o mês de janeiro cuja expressão criativa demonstra uma vista única sobre a luta pelos direitos humanos. Madonna, então, doará US$ 10.000 para uma organização sem fins lucrativos de escolha do artista vencedor. Todos os projetos devem ser focados nos valores da Arte pela liberdade.

Lançado em setembro de 2013, Art For Freedom é uma iniciativa global digital liderada por Madonna em parceria com a Vice Media, destinado a abastecer a liberdade de expressão – a responder, encaminhar e protestar contra a perseguição e a discriminação em todo o mundo. É um projeto de arte pública em linha incentivando as pessoas a expressar o seu significado pessoal da liberdade e da revolução, em forma de vídeo, música, poesia e fotografia. Apresentações públicas se tornam parte do site Art For Freedom: contribuintes podem aderir ao projeto enviando suas artes com a tag #artforfreedom. O projeto foi lançado com o filme de Madonna “secretprojectrevolution”, co- dirigido por Madonna e Steven Klein.

Blu-Ray Madonna – Secret Project Revolution 2013 + Bônus

madonna-blu-ray secret project 2013

Para aqueles que já possuem o DVD, que tal o SECRET PROJECT de Madonna (com bônus extras) também em blu-ray, numa qualidade impecável de som e imagem, som surround 5.1, video de 1080p?

Eis o conteúdo do blu-ray:

1.SECRET PROJECT REVOLUTION
2.SECRET PROJECT REVOLUTION (LEGENDADO)
3.THE VICE INTERVIEW 2013 (LEGENDADO)

Bônus

4.Secret Project Trailers
5.Between The Bars – Secret Project Premiere 24.09.2013
6.Madonna’s Secret Workout (Gma 2013)
7.Vogue (Mdna World Tour) Video Promo
8.30 Anos De Carreira Da Rainha Do Pop – Programa Agenda 2013
9.Arquivo N – Especial 55 Anos Da Rainha Do Pop
10.Backdrops Mdna Tour (I Don’T Give A / Revolver)
11.Gang Bang (Secret Project Video)
12.Gang Bang (Mdna Tour Backdrop)
13.Gang Bang (Remix) (Secret Project Video)
14.NY Premiere – Madonna The Mdna Tour Epix 2013
15.Madonna Q&A From Madonna The Mdna Tour Epix Event 2013
16.MDNA World Tour Making Of
17.Exibição: Secretprojectrevolution In Rio De Janeiro – Berlin – Paris – Rome – New York – San Francisco – Tel Aviv – Toronto – Chicago – Jericho – London – Los Angeles (Exibição)



madonna blu ray secret project 2013-1 madonna blu ray secret project 2013-2 madonna blu ray secret project 2013-3 madonna blu ray secret project 2013-4 madonna blu ray secret project 2013-5 madonna blu ray secret project 2013-6

madonna blu ray secret project 2013-7

dvd madonna secret project 2013 8

dvd madonna secret project 2013 9

dvd madonna secret project 2013 11 (2)

dvd madonna secret project 2013 11

dvd madonna secret project 2013 13

dvd madonna secret project 2013 15

dvd madonna secret project 2013 16

dvd madonna secret project 2013 17

dvd madonna secret project 2013 18

dvd madonna secret project 2013 19 (2)

dvd madonna secret project 2013 20dvd madonna secret project 2013 19

Ilusionista David Blaine e Madonna juntos no Art For Freedom

madonna david blaine Art For Freedom secretprojectMadonna anunciou na última sexta que o ilusionista David Blaine estaria com ela como curador-convidado para a edição de Dezembro do projeto +, a competição online que ela iniciou em Setembro com a empresa de multimídia Vice. O objetivo do programa é encorajar artistas, fotógrafos, videógrafos e poetas a criar trabalhos que destaquem a justiça social.

Na competição, novos trabalhos podem ser enviados ao site do Art For Freedom (http://artforfreedom.com), de onde Madonna e o Sr. Blaine escolherão projetos a serem postados diariamente. O vencedor, escolhido no fim do mês, ganha um prêmio de $10 mil, a ser doado a uma organização sem fins lucrativos escolhida pelo campeão.

O vencedor de Novembro, anunciado na última sexta, é Amber Fares, de Speed Sisters, um filme que ela está fazendo sobre um time de corrida totalmente feminino da Palestina, no qual uma das corredoras, Noor Daoud, iguala a corrida com liberdade. O prêmio em dinheiro será entregue ao término do filme. Os prêmios será dados mensalmente até o próximo mês de Setembro.

Madonna divulga vídeo de projeto em favela no Rio de Janeiro

SecretProjectRevolution, de Madonna, no Complexo do Alemão, RJ

Madonna divulgou, nesta sexta-feira, 8, um vídeo do seu projeto ‘Secret project revolution‘, que foi exibido no dia 20 de outubro, no Complexo do Alemão, maior comunidade do mundo. Em parceria com o fotográfo Steven Klein, a cantora criou o filme com o objetivo de combater a opressão.

No vídeo divulgado por Madonna, aparecem momentos da exibição do curta e depoimentos de quem prestigiou a sessão. “É difícil acreditar, é emocionante. Eu vi, na televisão, a Madonna chamando as pessoas a virem ao Complexo do Alemão para assistir ao filme. A escolha do local foi dela e isso nos deixa orgulhosos. Mostra que estamos no caminho certo”, diz um dos depoimentos do vídeo.

O vídeo ‘Secret project revolution‘ é inteiro em preto e branco e repleto de performances de dança. Madonna intercala entre o papel de uma prisioneira sofrendo em uma cela, e o de uma carcereira/assassina atirando em seus “companheiros”. Antes do curta foram exibidas duas mensagens: do Luciano Huck, que contou sobre o contato entre ele e a cantora, e como surgiu a ideia para a exibição do filme naquele local e da própria Madonna, que mandou um recado especial para os fãs brasileiros e falou sobre o curta que fala sobre intolerância e liberdade de expressão e artística.

Em comunicado oficial, Madonna agradeceu a todos os envolvidos no projeto e sua exibição no Brasil. “Obrigado a todos que foram ao Secret Project Revolution no Complexo do Alemão. Exibir esse filme no Brasil foi muito importante para Madonna e para vocês, lutadores da liberdade, tornando-o ainda maior. Os brasileiros detonam!”

Fotógrafo Richard Corman: “Sempre soube que Madonna era especial”

Madonna em New York em 1983 (Foto: Richard Corman)

Estuprada sob ameaça de facadas em um telhado, sob a mira de um revólver, e roubada várias vezes…uma lembrança do passado de Madonna como um artista batalhadora em Nova York.

A cantora, nascida em Michigan, se mudou para a Big Apple em 1978, aos 19 anos e achou o lugar bastante intimidador. “Nova York não era tudo o que eu achava”, ela escreveu na Harper’s Bazaar de outubro. “A cidade não me recebeu de braços abertos”.

Mas Madonna NYC 83, novo livro do icônico fotógrafo Richard Corman, mostra que a cantora logo deixou o duro passado para trás.

Já em 1983, ela já se integrara como parte da agitada coleção de artistas do Lower East Side de Nova York, se lançando como divindade do Centro da Cidade com o talento e a cruel ambição de se tornar a artista feminina mais bem-sucedida de todos os tempos.

O livro de Corman é um retrato cativante de Madonna no ápice da fama. Ele fotografou a cantora sob recomendação da mãe, diretora de elenco que a vira em um teste para cinema.

Madonna em New York em 1983 (Foto: Richard Corman)

“Eu aprendi com (o fotógrafo) Richard Avedon e sempre busquei assuntos interessantes para fotografar”, disse Corman. “À época, minha mãe escalava seu elenco para ‘A Última Tentação de Cristo’, de Martin Scorsese, e considerou Madonna para interpretar a Virgem Maria. Ela me ligou e descreveu Madonna como sendo ‘absolutamente original’, e que eu devia encontra-la e fotografá-la. Depois de receber os contatos, liguei e sugeri que nos encontrássemos para tirar as fotos. Ela concordou e o resto é o que você vê no livro”.

Corman encontrou Madonna no apartamento dela imediatamente, para discutir o que fariam. Apesar dela ainda ter que criar algum impacto fora das boates que frequentava em Nova York, ele ficou chocado com a qualidade de estrela que ela emanava, descrevendo o primeiro encontro como sendo “mágico”.

“Eu a ouvi gritar quando cheguei lá e, assim que me apoiei no corrimão, vi aqueles olhos extraordinários. Sabia naquele momento que ela era especial”, ele lembra. “Ela era carismática e diferente de todos que eu vira naquela época. Em minha mente, ela estava definitivamente no caminho da grandeza”.

Corman começou a tirar fotos informais de Madonna no apartamento e pela vizinhança com crianças locais. Rapidamente, ficou nítido que ela era natural em frente à câmera.

“Ela foi autêntica durante nossos ensaios”, ele disse. “Se eu estivesse fotografando no apartamento, andando pelas ruas do Lower East Side ou pelos estúdios do primeiro filme, Madonna estava sempre confortável e expressava uma atitude e determinação ferozes. Seu humor, sexualidade, estilo e beleza eram naturais e, frequentemente, as fotos eram simples e sem muita pose”.

Como uma das mulheres mais fotografadas da História, Madonna sucumbiu às lentes de alguns dos melhores fotógrafos do mundo em inúmeros retratos super-estilizados. Entretanto, poucos capturaram a essência dela como as fotos de Corman, representando uma garota ambiciosa no começo de uma jornada que transformaria sua vida completamente em meses.
“Tudo veio da sensibilidade única dela”, disse Corman. “Ela sempre teve um estilo próprio. Se estivesse fazendo a maquiagem, cabelo e figurino, tudo era como ela queria. Logo, tudo se tornou uma sensação cultural pop”.

Corman, claro, se refere ao estilo infame, sexy e urbano que Madonna desbravou e que foi imitado por adolescentes em todo o mundo: tecido de brim rasgado, renda, joias e a barriga de fora. Em moda na época, o visual é uma referência óbvia a artistas como Rihanna, Miley Cyrus e Sky Ferreira.

“Estes fotógrafos são mais relevantes hoje do que nunca”, ri Corman. “A sensibilidade de Madonna, o estilo e moda do passado estão com tudo hoje. Algumas fotos pareceriam de 20 anos atrás, mas hoje são totalmente relevantes. A energia que pulsava antes, que Madonna representa tão bem, está viva e revigorada hoje”.

Um dos melhores exemplos desta energia é uma série de fotos de Madonna nas ruas de Nova York com um grupo de crianças, dançarinos de Break. “São as minhas favoritas”, disse Corman. “As fotos capturam-na perfeitamente. Aquelas crianças a adoraram. Ela realmente era como o ‘Flautista de Hamelin’. As crianças dançavam, cantavam e riam com Madonna, enquanto ela e o aparelho de som exalavam alegria!”. (Metro)