Arquivo da tag: Foto

Não deu pra escapar: julgamento de Madonna na Rússia é marcado

Madonna

Madonna será julgada na Rússia no dia 11 de outubro. Ela é acusada de violar as leis do país ao fazer propaganda do homossexualismo durante um show da tour MDNA que ela realizou em São Petersburgo, em 9 de agosto. A por star também se apresentou em Moscou durante a permanência no país.

Madonna está sendo processada por um grupo de moradores daquela cidade que exige uma indenização de 333 milhões de rublos, aproximadamente US$ 11 milhões, a título de danos morais. Os advogados dos autores da ação indenizatória pediram ao tribunal para também incluir como réus os organizadores do concerto de Madonna por entender que eles estavam cientes de que a cantora iria agir contra a legislação russa.

#hipocrisiadefine

“Turn Up The Radio”, de Madonna, chega ao 3º na Billboard

Em sua quarta semana no chart da Billboard Club Play, o novo single do álbum MDNA, de Madonna, “Turn Up The Radio” subiu do #8 para o #3 lugar. Este é seu 57º single Top 10.

Trajetória: 39-19-8-3

CHART

TW LW Title Artist Label/Dist Label
*1 *2 Dark Side Kelly Clarkson 19 / RCA
*2 *3 Spectrum Zedd Featuring Matthew Koma Interscope
*3 *G8 Turn Up The Radio Madonna Live Nation / Interscope
*4 *9 Scream Usher RCA
5 *1 Goin’ In Jennifer Lopez Featuring Flo Rida Island / IDJMG
*G6 *18 Let’s Have A Kiki Scissor Sisters Casablanca
*7 *10 Never Close Our Eyes Adam Lambert 19 / RCA
*8 *14 Spectrum (Say My Name) Florence + The Machine Universal Republic
9 5 Timebomb Kylie Minogue Parlophone/Astralwerks / Capitol
10 7 Wide Awake Katy Perry Capitol
*11 *13 Sex Is In The Heel Cyndi Lauper Pulsar / Megaforce
*12 *15 You’re Gonna Love Again NERVO Astralwerks / Capitol
13 12 Don’t Wake Me Up Chris Brown RCA
14 4 Silhouettes Avicii Featuring Salem Al Fakir Levels/Veratone/Atom Empire / Interscope
*15 *20 Allein Eric Prydz Astralwerks / Capitol
16 6 Big Hoops (Bigger The Better) Nelly Furtado Mosley / Interscope
17 16 Only The Horses Scissor Sisters Casablanca
*18 *25 I Can Only Imagine David Guetta Featuring Chris Brown & Lil Wayne What A Music/Astralwerks / Capitol
*19 *24 When It Feels This Good Richard Vission Vs. Luciana Solmatic
*20 *27 All Stars Blush Far West
21 *22 Long Time John De Sohn Featuring Andreas Moe Epic
22 19 Perfect World Gossip Columbia
23 17 U Make Me Wanna Eddie Amador & Kimberly Cole Featuring Garza Big Beat / Atlantic
24 21 See U Move Sted-E & Hybrid Heights Featuring Mr. V Sea To Sun
*25 *31 Nothing’s Real But Love Rebecca Ferguson SYCO / Columbia
26 *30 Still Getting Younger Wynter Gordon Big Beat / Atlantic
27 23 Best Song Everrr Wallpaper. Epic
*28 *P36 Hello Karmin Epic
*29 *33 Let’s Get It Started (Tonight) Adriana Rubiano Phatt Boi

O EP de “Turn Up The Radio”, lançado na terça-feira, 7, inclui os seguintes remixes:

Turn Up The Radio – Offer Nissim Remix
Turn Up The Radio – Martin Solveig Club Mix
Turn Up The Radio – R3hab Remix
Turn Up The Radio – Madonna vs. Laidback Luke (feat. Far East Movement)

Neste momento, no iTunes, veja como ele está:

Turn Up the Radio (EP)
#8 Finland
#9 Greece
#9 Spain
#10 Poland
#13 Costa Rica
#15 Brazil
#17 Guatemala
#18 Argentina
#21 Colombia
#27 Netherlands
#28 Mexico
#29 Nicaragua
#33 Canada
#39 Peru
#50 Slovakia
#53 United States
#57 Sweden
#59 Panama
#62 Italy
#65 Malaysia
#78 Belgium
#79 Switzerland
#94 France
#104 Hong Kong
#121 Honduras
#123 United Kingdom
#133 Singapore
#152 Taiwan
#157 Thailand
#172 Japan
#173 Bulgaria
#175 Australia
#178 Denmark
#189 Czech Republic
#218 Chile
#220 Philippines
#278 Venezuela

Turn Up the Radio (Música)
#38 Spain
#45 Brazil
#108 Spain
#136 El Salvador
#155 Estonia
#171 Argentina
#175 Italy
#248 Netherlands
#290 Costa Rica
#293 Slovakia
#296 Mexico
#337 Peru
#348 Malta
#397 Canada

Girl Gone Wild (Música)
#38 Lithuania
#55 Italy
#66 Poland
#66 Slovakia
#110 Brazil
#113 Estonia
#116 Hungary
#151 Finland
#196 Spain
#253 Panama
#263 Costa Rica
#279 Argentina
#356 Belgium
#368 Sweden
#380 Colombia
#385 France
#387 Venezuela
#394 Bolivia

Give Me All Your Luvin’ (Música)
#117 Dominican Republic
#153 Argentina
#180 Slovakia
#181 Czech Republic
#192 Portugal
#207 Hungary
#265 Venezuela
#343 Poland
#370 Spain
#386 Cyprus
#399 Bolivia
#400 Brazil

MDNA
#4 Finland
#5 Finland
#20 Hungary
#31 Colombia
#40 Venezuela
#46 Slovakia
#52 Argentina
#58 Poland
#60 Panama
#62 Romania
#63 Guatemala
#74 Norway
#75 Costa Rica
#81 Czech Republic
#84 Brazil
#89 Spain
#110 Bolivia
#124 Poland
#129 Chile
#139 Lithuania
#149 Cyprus
#149 Malta
#149 Nicaragua
#155 Malta
#156 Netherlands
#163 Switzerland
#164 Bulgaria
#165 Bulgaria
#167 Latvia
#185 Paraguay
#186 Greece
#200 Honduras
#207 Estonia
#212 Canada
#220 Sweden
#230 Peru
#234 Hong Kong
#248 Belgium
#251 Denmark
#256 Mexico
#293 El Salvador
#299 Dominican Republic
#299 Singapore
#325 Italy
#344 Taiwan
#353 Portugal
#357 Ecuador
#398 Luxembourg

Celebration (álbum)
#20 Bulgaria
#32 France
#38 Slovakia
#43 Bolivia
#45 Finland
#73 Czech Republic
#78 Philippines
#86 Poland
#88 Greece
#102 Romania
#105 Thailand
#106 Hungary
#106 Portugal
#115 Argentina
#151 Italy
#156 Hong Kong
#160 Philippines
#162 Poland
#168 Luxembourg
#171 Colombia
#176 Italy
#193 Spain
#195 Colombia
#200 Netherlands
#203 Sweden
#206 Lithuania
#219 Cyprus
#232 Denmark
#236 Malta
#246 Singapore
#248 Paraguay
#261 Malaysia
#269 Latvia
#282 Estonia
#296 Taiwan
#305 Peru
#332 Costa Rica
#334 Norway
#355 United Kingdom
#357 Nicaragua
#359 Chile
#369 El Salvador
#372 Honduras
#394 Ireland

Hard Candy
#89 Greece
#116 Finland
#119 Portugal
#175 Luxembourg
#200 Sweden
#350 Norway

Confessions On a Dance Floor
#172 Norway
#173 Finland
#174 Greece
#189 Sweden
#196 El Salvador
#236 Luxembourg
#262 Hungary
#339 Czech Republic
#351 Portugal

Em São Petersburgo, Madonna bate de frente contra lei antigays. Leia o discurso!

Madonna usou seu show do MDNA Tour desta quinta-feira em São Petersburgo, cidade natal do presidente Vladimir Putin, para declarar apoio aos direitos dos homossexuais, depois de ativistas apontarem como discriminatória uma lei local sancionada neste ano contra a “propaganda” gay.

Madonna se apresentou de lingerie preta, com as palavras “no fear” (Sem medo) escritas nas costas. Ela pediu à plateia – onde muita gente usava pulseiras rosas distribuídas na entrada – para “mostrarem seu amor e apreciação pela comunidade gay”. Eis o discurso de Madonna:

“Eu estou aqui para dizer a comunidade gay e os gays daqui e de todo o mundo que todos têm os mesmos direitos. Os mesmos direitos de serem tratados com dignidade, com respeito, com tolerância, com compaixão, com amor!

Sim, você está comigo? Se você está comigo, eu quero ver a sua pulseira rosa. Se você está comigo, levante o braço e mostrar seu amor e apreço pela comunidade gay!

Você está comigo?
Você está comigo? Eu disse, vocês estão comigo seus “filhos da puta”? Obrigado!

E isto é para as pessoas que estão citando a Bíblia e usando Deus como seu sistema de defesa: Jesus pregou isso, Maomé pregou isso, Buda pregou isso, Moisés pregou isso. É está em cada livro sagrado:

“Ama o teu próximo como a ti mesmo! Ok?

Então você não pode usar a religião para tratar as outras pessoas mal! Você não pode usar o nome de Deus para tratar mal ninguém pois ninguém é melhor ou pior que você. Nós todos merecemos amor. Então, vamos todos espalhar para o mundo esta mensagem de amor e viver a nossa vida sem medo! AMÉM.”

Logo após, fãs levantaram suas pulseiras:

Madonna em São Petersburgo defende a comunidade gay


Primeiro-ministro ataca Madonna no Twitter

Irritado, o vice-primeiro-ministro para a Defesa, Dmitri Rogozin, atacou Madonna no Twitter nesta quinta-feira: “Conforme fica velha, toda ex-p… tenta dar lição de moral nos outros, especialmente durante viagens ao exterior.”

Embora não tenha escrito a palavra completa, a imprensa russa disse não duvidar de que Rogozin quis dizer “puta”. A autoridade publicou um segundo tweet, também agressivo, sobre a cantora: “Ou tire sua cruz ou ponha sua calcinha.”

Madonna aproveitou seus dois shows na Rússia para expor suas opiniões sobre a situação atual do país.

O homossexualismo, punido com penas de prisão na União Soviética, foi descriminalizada na Rússia em 1993, mas grande parte da comunidade homossexual vivem às escondidas. Inúmeras tentativas de conter protestos gays em Moscou, considerada ilegal pelas autoridades, acabaram em prisões e em confrontos violentos com cristãos ortodoxos russos que dizem que os homossexuais devem ser punidos ou ter tratamento psiquiátrico.

“Vivemos com medo?” Madonna perguntou as seus fãs na noite de quinta-feira. “Não!” Foi a resposta. “Nós te amamos!” Gritaram alguns fãs, mas nem todos se emocionaram.

“Não se deve misturar show business com ativismo pelos direitos humanos”, disse o ativista dos direitos gays Yuri Gavrikov. Vários ativistas fizeram piquetes no local do show. “Se ela quisesse apoiar a comunidade LGBT, ela poderia ter cancelado seus shows na Rússia.”

Na terça-feira, em Moscou, ela disse que reza pela libertação das três integrantes da banda punk Pussy Riot, que correm o risco de serem condenadas a três anos de prisão por terem feito uma manifestação contra Putin no altar da principal catedral do país.

A lei que entrou em vigor em março em São Petersburgo pune com multa quem difundir “propaganda” homossexual que cause “danos ao desenvolvimento físico, moral ou espiritual” de menores.

Na sua página do Facebook, Madonna disse que a lei é uma “atrocidade ridícula”.

Madonna emplaca seu 57º single Top 10 Club Play na Billboard

Em sua terceira semana no chart da Billboard Club Play, Madonna emplaca seu 57º single Top 10 com “Turn Up The Radio”, terceiro single do álbum MDNA.

Trajetória: 39-19-8

CHART

TW LW Title Artist Label/Dist Label
*1 *2 Goin’ In Jennifer Lopez Featuring Flo Rida Island / IDJMG
*2 *3 Dark Side Kelly Clarkson 19 / RCA
*3 *4 Spectrum Zedd Featuring Matthew Koma Interscope
4 *6 Silhouettes Avicii Featuring Salem Al Fakir Levels/Veratone/Atom Empire / Interscope
5 *1 Timebomb Kylie Minogue Parlophone/Astralwerks / Capitol
6 *7 Big Hoops (Bigger The Better) Nelly Furtado Mosley / Interscope
7 5 Wide Awake Katy Perry Capitol

*G8 *G19 Greatest Gainer
Turn Up The Radio Madonna Live Nation / Interscope
*9 *12 Scream Usher RCA
*10 *14 Never Close Our Eyes Adam Lambert 19 / RCA

O EP de “Turn Up The Radio”, lançado na terça-feira, 7, inclui os seguintes remixes:

Turn Up The Radio – Offer Nissim Remix
Turn Up The Radio – Martin Solveig Club Mix
Turn Up The Radio – R3hab Remix
Turn Up The Radio – Madonna vs. Laidback Luke (feat. Far East Movement)

Neste momento, no iTunes, veja como ele está:

Turn Up the Radio
#3 Brazil
#4 Nicaragua
#4 Spain
#6 Argentina
#7 Finland
#7 Greece
#7 Peru
#11 Italy
#13 Panama
#16 Colombia
#19 Poland
#21 Mexico
#22 Costa Rica
#22 Netherlands
#25 France
#26 Belgium
#33 Canada
#40 Chile
#44 Honduras
#45 United States (Chegou ao 15º)
#49 Taiwan
#51 Slovakia
#53 Sweden
#66 United Kingdom
#72 Switzerland
#75 Czech Republic
#77 Ireland
#78 Japan
#81 Bulgaria
#84 Venezuela
#86 Philippines
#92 Norway
#122 Hong Kong
#130 Australia
#151 Denmark
#196 Guatemala
#199 Malaysia
#202 Ecuador
#215 Romania
#227 Portugal
#292 Thailand

Leia na íntegra o emocionante discurso de Madonna em Moscou, na Rússia

Madonna MDNA Tour Moscou Russia Discurso

Em sua passagem por Moscou com o MDNA TOUR, na noite desta terça-feira, Madonna fez um discurso emocionante. Leia na íntegra:

“Obrigado a todos meus fãs aqui na Rússia que me apoiam através dos anos.
Eu não queria todo este amor de graça, então eu sou imensamente agradecida. E há um homem aqui na primeira fila, ele está vestindo uma camisa que diz “Sagarro Jo”. Sim, acho que ele tem indo em alguns shows. Quem já foi a um show antes sabe que existe uma música sobre a liberdade, certo? É uma canção sobre a luta pela liberdade. E eu queria dizer algumas palavras sobre isso.

Como você pode ver aqui no meu palco, todos comigo são de todo lugar diferente no mundo, da África, da América, da França, da Rússia, da Inglaterra. Nós somos cristãos, somos muçulmanos, nós somos judeus, nós somos tudo o que você pode imaginar. Mas nós somos uma família. Nós estamos juntos. Nós somos gays, somos héteros, somos seres humanos. E esta última “seres humanos” é o mais importante e, de fato, o único que devemos nos referir uns aos outros: seres humanos.

Agora, eu sou muito grata e eu muito sortuda porque eu venho de um país, os Estados Unidos, onde somos livres para nos expressar, expressar o nosso ponto de vista. Como um artista, como ser humano, como mulher, eu tenho a liberdade de expressar meu ponto de vista. Mesmo que outras pessoas não concordem comigo, mesmo que o meu governo não concorde comigo. Eu tenho o direito de expressar meu ponto de vista, eu tenho a liberdade de expressar meu ponto de vista. Isso é democracia, certo? E eu não tomo isso como garantido também. Eu só quero dizer algumas palavras sobre Pussy Riot.

Eu sou abençoada por ser de um país onde eu tenho o direito de expressar minha opinião, ok? Mas o meu sonho e minha oração é que todos no mundo tenham esse direito também. Não só aqui da Rússia, da França, do Irã… Como seres humanos, deveríamos ter o direito de expressar nossas opiniões e ainda ser tratados como seres humanos.

Agora, eu sei que existem muitos lados para cada história e eu quero fazer nenhum desrespeito com a igreja ou o governo, mas acho que essas 3 meninas – Mascha, Katja, Nadja – fizeram algo corajoso. Eu acho que elas pagaram o preço por este ato e rezo por sua liberdade. E eu sei que todos aqui no palco sente o mesmo e sei que todos neste estádio, e se meus fãs estão aqui, sei que eles merecem o direito de ser livre. Ok?

Então, para essas 3 meninas que estiveram na cadeia agora por 5 meses e que ainda estão lá, eu rezo pela sua liberdade, sei que todos oram por sua liberdade.
E vamos esperar que um dia, nós realmente vivamos em um mundo cheio de paz, liberdade e tolerância.”

Madonna diz que condenação de banda punk na Rússia é uma inquisição medieval

Madonna na inauguração do Hard Candy Fintess em Moscow, Russia

Madonna pediu nesta segunda-feira à Rússia que não condene três integrantes da banda punk Pussy Riot por realizar um protesto na principal catedral moscovita, e o ex-magnata petrolífero Mikhail Khodorkovsky, hoje preso, comparou o julgamento das moças a uma inquisição medieval.

Maria Alyokhina, de 24 anos, Nadezhda Tolokonnikova, de 22, e Yekaterina Samutsevich, de 29, podem ser condenadas a até sete anos de prisão por terem invadido em 21 de fevereiro o altar da principal catedral moscovita e feito uma “prece punk” à Virgem Maria para que livrasse a Rússia do então primeiro-ministro (e hoje presidente) Vladimir Putin.


A oposição diz que o processo contra a banda Pussy Riot é parte de uma onda de repressão contra manifestantes que têm realizado os maiores protestos na Rússia desde a ascensão de Putin ao poder, em 2000.

Madonna, que está em Moscou para fazer um show e abrir uma filial da sua academia de ginástica, somou-se a outros artistas internacionais, como Sting e Red Hot Chilli Peppers, na manifestação em defesa das três músicas-ativistas.

“Sou contra a censura e ao longo de toda a minha carreira sempre promovi a liberdade de expressão, a liberdade de opinião. Então obviamente acho que o que aconteceu com elas é injusto”, disse Madonna à TV Reuters.

“Espero que elas não tenham de cumprir sete anos de prisão. Isso seria uma tragédia”, disse Madonna, que também se envolveu em várias polêmicas em três décadas de carreira. “Acho que a arte deveria ser política. Historicamente falando, a arte sempre reflete o que está ocorrendo socialmente. Então, para mim, é difícil separar a ideia de ser artista e ser político.”

O protesto das Pussy Riot na Catedral de Cristo Salvador irritou não só o Kremlin como também muitos líderes e fiéis da Igreja Ortodoxa. Elas disseram que escolheram esse local para protestar contra a promiscuidade entre a Igreja e os interesses de segurança do Estado.

“Há uma grande diferença entre crítica e ódio. Protesto não é ódio, e não é violência”, disse Alyokhina ao tribunal nesta segunda-feira.

hodorkovsky, que foi condenado no mesmo tribunal, disse que o trio punk pode ter ido longe demais no protesto, mas pediu leniência por causa da juventude delas

“É doloroso acompanhar os fatos no tribunal Khamovnichesky, em Moscou, onde Masha, Katya e Nadya estão sendo julgadas”, disse Khodorkovsky em nota no seu site. “A palavra ‘julgadas’ pode ser usada aqui apenas no sentido em que era usada pelos inquisidores medievais.”

Khodorkovsky, de 49 anos, ex-diretor da empresa petrolífera Yukos, foi preso em 2004 sob acusação de fraude e evasão fiscal. Falando da própria experiência, ele disse que réus famosos são alvo de maus tratos, tendo de passar 11 horas por dia em “aquários” abafados e comendo apenas macarrão instantâneo. No intervalo entre as sessões, acrescentou, as rés provavelmente tem apenas três horas de sono, e só podem tomar banho aos sábados.

“Não sei como as meninas conseguem suportar isso. O juiz é claro que sabe desse regime. É tortura?”, acrescentou.

MDNA Tour: Madonna volta a ser alvo de protestos na Rússia

Madonna - MDNA Tour São Petersburgo

As organizações Congresso do Povo e Sindicato dos Cidadãos da Rússia anunciaram nesta segunda-feira a realização de uma ação de protesto contra o show de Madonna na cidade de São Petersburgo, agendado para quinta-feira.

Num comunicado conjunto, as duas organizações convocaram os habitantes da cidade russa para a formação, na terça-feira, de um cordão humano na Avenida Nevsky, a principal artéria de São Petersburgo.

“O Congresso do Povo e o Sindicato dos Cidadãos da Rússia, tal como milhares de cidadãos russos moralmente sãos, consideram inadmissível a realização de concertos que celebram a perversão e o vício, e que fazem propaganda da violência”, sublinhou a nota informativa dos movimentos.

De acordo com os organizadores do protesto, Madonna tem conhecimento que a assembleia legislativa de São Petersburgo adotou uma lei que proíbe a propaganda da homossexualidade e da pedofilia para públicos menores de idade.

“Uma vez que entre os fãs da cantora existem muitos jovens, é possível afirmar, com 100% de certeza, que Madonna vai infringir a lei da cidade”, concluiu o comunicado.

Madonna, que se apresentou no dia 24 de junho em Coimbra, divulgou na sua página na rede social Facebook que o concerto de São Petersburgo irá abordar a violação dos direitos das minorias sexuais.

A MDNA World Tour 2012, que começou em Telavi, tem sido marcada por várias polémicas e provocações. Um desses exemplos foi um conflito com a líder da Frente Nacional francesa e ex-candidata presidencial, Marine Le Pen.

Nas projeções de vídeo que têm acompanhado as músicas da cantora durante os concertos, a líder da extrema-direita francesa aparece com uma cruz suástica na cara, seguida por uma imagem de Adolf Hitler.