Arquivo da tag: Globo de Ouro

Enfim, MDNA Tour acabou e Madonna deixará saudades em 2012

Como 2012 chega ao fim, eu me encontrei olhando para trás sobre o meu ano e refletindo sobre as decisões tomadas, caminhos percorridos e amizades formadas.

Eu poderia  aborrecer todos vocês com um play-by-play do meu ano e as coisas que eu aprendi, mas eu prefiro falar com vocês sobre uma relação muito especial que realmente tomou conta da minha vida nos últimos 12 meses.

Talvez você não tenha ouvido falar, mas eu estou em um relacionamento. Não, não é com um exemplar do sexo masculino. Não seja bobo. Em vez disso, eu mantive por mais um ano um relacionamento perfeito e belo com Madonna. Tudo foi simplesmente perfeito. Sua apresentação apoteótica no SuperBowl 2012 (ASSISTA NOVAMENTE), o qual bateu recorde de audiência (mais do que o próprio jogo si), seu maravilhoso álbum #1 MDNA e que não paro de ouvi, apenas de que alguns fãs torceram o nariz para ele, pelo belíssimo filme W.E. (o qual ela ganhou um Globo de Ouro e fez Elton John chorar de raiva) e pela espetacular e mais bem-sucedida tour de 2012, o MDNA Tour, o qual tive o prazer de assistir três vezes.

Acompanhei três ótimos vídeos, com destaque para “Girl Gone Wild” e o vídeo interlude da tournê “Justify My Love” (uma pena não ter sido lançado como um novo “Justify my Love” single/clipe 2.0 em todas as emissoras de TV do mundo. Vi Madonna dá os seus ataques de fúria pelos vídeos no Youtube durante sua tour, reclamar da chuva e até ignorar e depois gravar um vídeo ironizado todo o bafafá que o vídeo gerou – essa é Madonna. E pude também compartilhar cada movimento da estrela no facebook do Madonna Madworld. Cada post que escrevo sobre Madonna eles curtem, e bem provável que essa seja a minha primeira relação produtiva e saudável e eu não poderia apreciá-la mais. Eu quase igualei Madonna a Jesus, de uma forma muito ruim. Desde que o cristianismo fez uma lavagem cerebral nos seres humanos com a indução da Bíblia, parece que não se pode fazer mais nada de errado. O mesmo pode ser dito sobre Madonna desde que ela lançou seu SEX Book “.

A MDNA tour terminou na semana passada. Última turnê de Madonna, e seu nono megashow que visitou cidades na Europa, Oriente Médio, Estados Unidos, America Central e América do Sul e gostando do show ou não, você não pode negar o fato de que foi uma grande produção que se esforçou para mostrar que é o M-DNA ou melhor, o DNA de Madonna. E é claro que ela conseguiu.

Todos os elementos da carreira de Madonna estavam lá, remixados e revisitados para 2012: Controvérsia ligado ao sexo e religião e promulgação da violência, mas também a luta pelos direitos das minorias e o convite a tomar consciência sobre o que acontece no mundo em torno de nós. Madonna também foi muito política sobre esta turnê, ela apoiou abertamente Obama e não teve medo de falar sobre liberdade de expressão (Pussy Riot), quando ela visitou países que não estão muito dispostos a deixar seu povo se expressar. E, finalmente, os seus temas eternos de “acreditar em si mesmo” e que “se você trabalhar duro, seus sonhos viram realidade” estavam lá também! Todos misturados em um caleidoscópio de música e dança que compreende o melhor de suas novas canções e alguns de seus hinos imortais.

Esta é também a turnê em que Madonna esteve realmente mais perto de seus fãs e com as coisas que eles diziam para ela, Madonna pareceu realmente satisfeita por passar esse tempo com eles. Ela conversou, esbravejou, xingou, deu piti e brincou com eles durante passagens de som, ficou surpresa e lisonjeada. Madonna mostrou que ela é humana e não um sono coletivo, como muitos pensam. Ela prometeu um grande espetáculo, e lá estava lá num show com os maiores efeitos visuais, a maior tecnologia em telões, sons, palco, nunca jamais feito por nenhum outro artista. Mais uma vez Madonna foi a pioneira, e mesmo os preços dos ingressos salgados terem revoltados alguns, quem esteve em algum show sabe que tudo aquilo que acontece (e não basta assistir a um único show para se dar conta de tudo o que acorre no palco, é muita informação, informação essa que só veremos no lançamento do DVD/Blu-ray do MDNA Tour.)

Madonna

Este foi realmente um grande show e ainda que no início parecia um pouco apressado, mas com o tempo as coisas foram otimizadas e, eventualmente passaram a fazer mais sentido. Mas, acima de tudo o profissionalismo de Madonna era evidente, ela dançou complicadas coreografias em chuvas torrenciais, tocou Turn Up The Radio em um pesado figurino em países ou locais onde era tão quente que você podia vê-la literalmente coberta de suor! Ela foi esperta e engenhosa quando os inevitáveis problemas técnicos vieram (o “Motel” de Gang Bang em Birmingham, UK, devido a problemas técnicos, os problemas técnicos que fizeram Madonna deixar de fora Like A Virgin e Love Spent em São Paulo e Porto Alegre, no Brasil, a forte chuva no Chile que fez Madonna cortar metade do show e até um blackout no último show da tour, em Córdoba, Argentina – programação musical não funcionou corretamente em poucas situações).

É claro que houve também momentos frenéticos, sendo o maior de todos ocorrido no L’Olympia (DVD aqui). Provavelmente, se a Live Nation France tivesse tido um pouco mais de cuidado para explicar que ia ser um pocket show (de fato era claro desde o início para nós, os fãs de carteirinha) Madonna poderia ter talvez evitado a má publicidade, mas ainda assim os fãs afortunados que assistiram o show (e os que assistiram ao vivo no Youtube), não só viram performances únicas de Beautiful Killer e Je T’aime Moi Non Plus, mas puderam orgulhosamente, ou sorridentemente dizer que, de alguma forma, fizeram parte da história de Madonna bem como toda a imprensa mundial que reprisou a notícia sobre aquele mini show.

Para encurtar a história, a MDNA Tour provou mais uma vez que só há uma Rainha e é Madonna (é, eu sei que isso magoará muita gente!)

O Madonna Madworld quer felicitar e parabenizar Madonna, seus empresários, os dançarinos, os incríveis Nicki Richards e Monte Pittman e toda a produção que montou um espetáculo de tirar o fôlego e que nós curtimos muito! Queremos também agradecer a todos os fãs e amigos encantadores que conhecemos nessa turnê, foi ótimo compartilhar esta experiência com todos vocês! Vamos esperar para ver um grande espetáculo novo em 2014!

Então, vocês. Olhem para trás em seu ano e me digam se não tiveram uma relação mais apaixonada, amorosa ou completa este ano como a que eu tive com Madonna. Agora esperar o tão aguardado lançamento do MDNA Tour em vídeo (há vários DVD da tour aqui no site à venda) e um novo álbum, afinal, Madonna em 2007, Madonna encerrou o contrato com a Warner, gravadora pela qual lançou seus discos desde o começo da carreira, em 1982. A mudança de casa engordou a conta bancária da cantora em pelo menos U$ 150 milhões por um contrato de 10 anos.

Parabéns Madonna pelo glorioso ano de 2012.

Obrigado a Jorge Luiz pela ajuda no texto – família Madonna Madworld, como também a Leonardo Magalhães.

“Uma combinação perfeita de luz e trevas”, diz Madonna sobre novo álbum MDNA

Madonna, feliz com o novo prêmio, falou mais sobre o novo álbum, MDNA, em uma entrevista após o Globo de Ouro, ou The Golden Globe Awards.

Para Madonna, o álbum é feliz pela produção de Martin Solveig e também introspectivo por conta do William Orbit. É uma combinação perfeita. O álbum sai dia 26 de Março e veja o que Madonna diz:

“Grande parte da produção do álbum fiz com o DJ Martin Solveig. Amo o som que ele faz, é algo moderno, inovador. Não soa como nada que conhecemos. Ele é muito talentoso. Sua música é alegre, boa e alegre. Tira um sorriso do rosto das pessoas e espero que meu álbum faça isso acontecer. Mais uma vez, trabalho com William Orbit, que me faz um pouco mais introspectiva. Estranho, mas as músicas dele tendem a isso. Não que seja algo melancólico, é sim algo pensativo. Uma combinação perfeita de luz e trevas. Mas há também muita coisa dançante, cheerleaders, jogadores de beisebol e o que mais todos querem.”

Madonna ganha o prêmio de melhor canção no Globo de Ouro 2012

MadonnaMadonna ganhou o Globo de Ouro de canção de “best original song”, “Masterpiece” foi escrita especialmente para o filme W.E. por Madonna, Julie Frost e Jimmy Harry.

No entanto, Madonna perdeu o prêmio de Melhor Trilha Sonora Original para o francês mudo “The Artist”.

Elegante, fez os devidos agradecimentos e não foi cortada apesar de ter extrapolado o tempo. Alguem reparou na cara do Elton John para ela? Isso porque ele falou no Red Carpet que ela não teria chance contra ele.

Madonna

Assista ao video:

Globo de ouro: primeiras indicações anunciadas: Madonna em duas com W.E.

Divulgadas as primeiras indicações ao GLOBO DE OURO e Madonna foi indicada em duas categorias. E que venha as indicações ao Oscar. Lembrando que não saiu a lista completa do GLOBO DE OURO.

Best Original Score (Melhor trilha original)
Ludovic Bource – “The Artist”
Abel Korzeniowski – “W.E.”
Trent Reznor & Atticus Ross – “The Girl With The Dragon Tattoo”
Howard Shore – “Hugo”
John Williams – “War Horse”

Best Original Song (Melhor canção)
“Hello Hello” – “Gnomeo & Juliet – Elton John
“Lay Your Head Down” – “Albert Nobbs” – Sinead O’Connor
“The Living Proof” – “The Help” – Mary J. Blige
“The Keeper” – “Machine Gun Preacher” – Gerard Butler
“Masterpiece” – “W.E.” – Madonna