Arquivo da tag: Nelson Mandela

“Madonna desespero, aposta triunfos passados apenas para parecer atual”, ataca jornal

madonna instagram Martin Luther King
Martin Luther King Jr

Madonna pediu desculpas em suas redes sociais depois que ela postou fotos em seu Instagram de Martin Luther King Jr. e Nelson Mandela, que foram alterados para se parecer com sua própria imagem em seu novo álbum, a ser lançado em março.

Madonna foi acusada por seguidores e por alguns veículos da imprensa internacional de racismo e de possuir uma autoestima mais do que elevada ao se comparar com as figuras, que marcaram a história por sua luta pela igualdade de direitos entre negros e brancos. “São de mau gosto por diversos motivos. O mais óbvio é Martin Luther King, que com certeza não fez seu discurso de ‘eu tenho um sonho’ para ajudar uma mulher branca e rica a vender discos meio século depois”, diz um trecho do texto publicado pelo site da revista americana Entertainment Weekly.”

Já o Washington Post foi mais fundo: “Madonna vem lutando para se manter atualizada, trabalhando com produtores que permanecem jovens enquanto ela envelhece, vergonhosamente apresentando referências a drogas e apelando ao público da dance music, que ela nem deveria ter que agradar, e, basicamente, desperdiçando um frescor de décadas em troca de manter sua marca pessoal. As tentativas mais ofensivas de manter a relevância estão nas redes sociais dela. Lá, os erros mais frequentes são o que esperamos ver no Instagram de qualquer mãe de meia idade, como fotos com montagens ruins no Photoshop e fotos engraçadas que já foram postadas em vários sites, ou fingir ser bacana com gírias passadas. A maior parte disso é desespero, como se apostasse triunfos passados apenas para parecer “na moda” – por que fazer referência a Warhol e Haring em comerciais pro disco novo montados no Photoshop, uma vez que ambos já trabalharam com Madonna no passado? Apesar disso, hoje em dia, ela decidiu se esforçar mais com uma série de postagens com fotos (mais uma vez) editadas de revolucionários políticos mortos para cobrir os semblantes deles com os fios enrolados ao redor do rosto dela na capa do novo álbum Rebel Heart. É repugnante em vários níveis. O óbvio é que Martin Luther King, Jr. não apresentou seu discurso “Eu Tenho Um Sonho” para promover o disco de uma branca rica meio século depois. E o fato dela usar as imagens de três das mais influentes figuras na moderna luta pelos direitos dos negros – King, Nelson Mandela e Bob Marley –, enquanto a América luta pra considerar sua história de racismo sistemático é algo perplexo, pra dizer o mínimo,” atacou ofensivamente o jornal.

“No entanto, o ponto mais decepcionante da mini-campanha dela é o tom nada original. Anunciantes têm usado King há tanto tempo que o conceito se tornou um clichê. A campanha Think Different, da Apple, que tem sido ecoada pelos tuítes de Madonna, já usou Mandela.”

Nelson Mandela, ex-Presidente da África do Sul

Em um comunicado em sua página oficial do Facebook, Madonna explicou: “Eu sinto muito. Eu não estou me comparando a ninguém. Estou admirando e reconhecendo que eles também eram corações rebeldes (Rebel Hearts). Isto não é um crime, um insulto ou racismo”.

A capa do novo álbum de Madonna trás a rainha do pop em close-up com cortas pretas, o que acabou tornando-se um viral, com inúmeros memes na internet com fotos de outros artistas e de de fãs.

Bob Marley

Continuando, na pressa, Madonna continuou em um post cheios de erros de ortografia (corretor ortográfico (talvez, um saco): “– Fiz a mesma coisa com Michael jaclson (ela se referia ao cantor Michael Jackson), frida khalo (Frida Kahlo) e marilyn monroe… Estou dizendo que sou como eles? Não. Estou dizendo que eles também são corações rebeldes. Espero fazer um dia um centésimo do que eles fizeram. Eu apenas compartilhei estas fotos enviadas por fãs, mas eles, tampouco, são racistas. Pode me colocar na mesma categoria, agradeço.

Madonna é a segunda artista mais importante da história

madonna confessions tour live to tell jesus

O jornal inglês Daily Mail fez uma lista com as 1000 pessoas mais importantes da história. Madonna, entre artistas, ficou apenas atrás de Elvis Presley.

“Nós desenvolvemos métodos computacionais para medir importância histórica através da análise de Wikipedia e outras fontes de dados. Nós classificamos figuras históricas assim como o Google classifica as páginas, através da integração de um conjunto diversificado de medidas sobre a sua reputação (incluindo PageRank, comprimento do artigo, e leitores) para estimativas de sua fama, explicado por uma combinação de conquistas e fama. Nós verificamos a passagem do tempo de maneira fundamentada para que possamos razoavelmente comparar a importância de figuras históricas de diferentes épocas.

– Os dados são classificados de acordo com as opiniões expressas na internet.
– Algoritmo prevê como pessoas importantes permanecerá 200 anos após a morte.

1. Jesus
2. Napoleon
3. Muhammad
4. William Shakespeare
5. Abraham Lincoln
6. George Washington
7. Adolf Hitler
8. Aristotle
9. Alexander the Great
10. Thomas Jefferson
11. Henry VIII of England
12. Charles Darwin
13. Elizabeth I of England
14. Karl Marx
15. Julius Caesar
16. Queen Victoria
17. Martin Luther
18. Joseph Stalin
19. Albert Einstein
20. Christopher Columbus
21. Isaac Newton
22. Charlemagne
23. Theodore Roosevelt
24. Wolfgang Amadeus Mozart
25. Plato
26. Louis XIV of France
27. Ludwig van Beethoven
28. Ulysses S. Grant
29. Leonardo da Vinci
30. Augustus
31. Carl Linnaeus
32. Ronald Reagan
33. Charles Dickens
34. Paul the Apostle
35. Benjamin Franklin
36. George W. Bush
37. Winston Churchill
38. Genghis Khan
39. Charles I of England
40. Thomas Edison
41. James I of England
42. Friedrich Nietzsche
43. Franklin D. Roosevelt
44. Sigmund Freud
45. Alexander Hamilton
46. Mohandas Karamchand Gandhi
47. Woodrow Wilson
48. Johann Sebastian Bach
49. Galileo Galilei
50. Oliver Cromwell
51. James Madison
52. Gautama Buddha
53. Mark Twain
54. Edgar Allan Poe
55. Joseph Smith, Jr.
56. Adam Smith
57. David, King of Israel
58. George III of the United Kingdom
59. Immanuel Kant
60. James Cook
61. John Adams
62. Richard Wagner
63. Pyotr Ilyich Tchaikovsky
64. Voltaire
65. Saint Peter
66. Andrew Jackson
67. Constantine the Great
68. Socrates
69. Elvis Presley
70. William the Conqueror
71. John F. Kennedy
72. Augustine of Hippo
73. Vincent van Gogh
74. Nicolaus Copernicus
75. Vladimir Lenin
76. Robert E. Lee
77. Oscar Wilde
78. Charles II of England
79. Cicero
80. Jean-Jacques Rousseau
81. Francis Bacon
82. Richard Nixon
83. Louis XVI of France
84. Charles V, Holy Roman Emperor
85. King Arthur
86. Michelangelo
87. Philip II of Spain
88. Johann Wolfgang von Goethe
89. Ali, founder of Sufism
90. Thomas Aquinas
91. Pope John Paul II
92. René Descartes
93. Nikola Tesla
94. Harry S. Truman
95. Joan of Arc
96. Dante Alighieri
97. Otto von Bismarck
98. Grover Cleveland
99. John Calvin
100. John Locke

+

111. Barack Obama
121. Madonna
130. Bob Dylan
162. John Lennon
271. Margaret Thatcher
356. Nelson Mandela
1483. David Cameron


Artistas Musicais:

69. Elvis Presley
121. Madonna
130. Bob Dylan
162. John Lennon

Não mencionaram o Michael Jackson e a Lista inteira (Top1000) não foi divulgada. E muitos fãs do Michael Jackson reclamando…

OPINIÃO DO MADWORLD: “Eu acho que levando em conta não apenas o contexto musical, mas social e político também, a Madonna é muito mais “importante” que o Michael Jackson, sim. Ele foi fenômeno de vendas e tudo mais, mas ele era uma grande moda que, apesar de ter qualidade, não precisava de muito pra ser consumido. Já a Madonna sempre foi pelo lado contrário e as lutas que ela travou durante a carreira atravessam e tiveram mais visibilidade do que qualquer coisa parecida que o MJ tenha feito. O que temos no Michael Jackson além da música de sucesso? Só polêmicas envolvendo a carreira e a sua sexualidade, enquanto Madonna… Bem, todos nós sabemos que ela responde pelos gays e pelas mulheres desde os anos 80, além de questões humanos relativas a fome, religião e diversas opressões que ela faz questão de expor sempre, dando a cara a tapa. A mesma coisa o Lennon e o Dylan em relação ao MJ. Agora o Elvis nem precisa de argumentos.”