Arquivo da tag: Pharrell Williams

“Body Shop”, “Veni Vedi Vici” e “Bitch, I’m Madonna”

madonna-novo album 2014

O site Madonnarama confirmou que Madonna já gravou mais de 40 canções diferentes em vários estilos para o novo álbum. Ela trabalhou com muitos produtores e colaboradores, incluindo Avicii, Diplo, Natalia Kills, Martin Kierszenbaum, S1, Toby Gad, MoZella, MNEK e até Pharrell!

Eis alguns detalhes sobre as novas faixas:

BODY SHOP
Produced por Toby/Mozella/S1, Body Shop é uma faixa ótima! É uma canção agitada, com um ótimo som-base. É possível ouvir guitarras, palmas, um piano no fim e alguns sintetizadores.

Madonna lida com sexualidade aqui. Ela compara o corpo com um carro cheio de curvas, transmissões e ignição. Daí, ela pede ao cara que trabalha na Oficina de Corpos para cuidar dele durante a noite e fazer o que quiser. Ir à oficina nunca pareceu tão sedutor quanto na história de Madonna.

A canção inclui os versos: “Você comanda e eu sento em cima (…) Eu andaria pela escuridão da noite com você”. É uma canção muito sensual, com um som eletrônico/oriental e uma letra bacana, que merece mais do que os vocais filtrados utilizados na demo.

Lembre-se de que nenhuma lista final de canções foi decidida e que as afirmações são sobre as demos, não sobre o material finalizado.

BITCH, I’M MADONNA
Esta é uma canção cativante e divertida. Musicalmente, é um reflexo do trabalho do produtor Diplo, e pode até ser a “estranha canção” à qual ele se referiu em uma entrevista recente.

É simplesmente pura diversão, sem pretensões, com uma letra boba, sobre uma festa na piscina alucinante, até os vizinhos chamarem a polícia. É uma celebração, com letras que dizem: “Vamos com tudo ou vamos pra casa. Vamos a noite toda…porque eu sou uma vadia má”, sendo que parte da letra foi postada no Instagram pela própria Madonna.

VENI VEDI VICI
Em cada verso de Veni Vedi Vici, Madonna meio que canta um rap com a voz baixa, enquanto mantém o ritmo. É muito diferente do rap de American Life. O refrão traz o som do violão, com uma energia pop. Madonna também canta os vocais de apoio, cantando no início do rap até os versos.

Há também uma canção meio retrospectiva, com letras que abordam a carreira e algumas notícias sobre ela (dos últimos 30 anos). Veni Vedi Vici é uma canção pop/hip-hop reflexiva, na qual Madonna lembra dos anos passados como artista e como ser humano.

Nos versos, Madonna gentilmente canta um rap, usando títulos de canções passadas como letra. “Eu aproveitei um feriado…”, “Eu caí no ritmo…”, “A música salvou a minha vida…” e por aí vai, citando ou se referindo a Borderline, Vogue, Express Yourself, Justify My Love, Ray Of Light, Music e até mesmo The Power Of Goodbye.
Madonna conta: “Vim, vi e venci” (Veni Vedi Vici) em um refrão verdadeiramente pop, sendo, definitivamente, a melhor parte da canção.

“The Beat is So Crazy”, escute nova música vazada de Madonna

Música Madonna e Pharrell Williams em 2007, The Beat is So Crazy do álbum Hard Candy, com Eve

O aniversário é da Madonna, mas quem ganha um presente de aniversário são os fãs. Caiu na web uma a canção escrita por Madonna e Pharrell Williams em 2007, “The Beat is So Crazy” durante concepção do álbum Hard Candy. Depois de descartada, foi oferecida para o álbum de Eve, que também não foi lançado. Ouça!

DOWNLOAD

DVD e Blu-Ray “Miley Cyrus – MTV Unplugged + Extras”

dvd e blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014

DVD e BLU-RAY “Miley Cyrus – Unplugged MTV” + extras. Entre os extras estão os vídeos do CD “Bangerz”, o especial “The Movement” e performances ao vivo. Ambos possuem som surround 5.1, formato de tela 16:9.

Confira o track-listing:

MTV UNPLUGGED 29.01.2014

1: 4×4
2: Do My Thang
3: Get It Right
4: Sms (Bangerz)
5: Adore You
6: Rooting For My Baby
7: Drive
8: Jolene
9: Wrecking Ball
10: Don’t Tell Me/We Can’t Stop (With Madonna)

The Movement 2013 (TV Special)

EXTRAS

1.We Can’t Stop
2.Wrecking Ball
3.Adore You
4.Miley Cyrus Feat. Mike Will Made-It, Juicy J & Wiz Khalifa – 23
5.We Can’t Stop (Director’s Cut)
6.Wrecking Ball (Director’s Cut)
7.Pharrell Williams – Come Get It Bae (Part. Miley Cyrus)
8.Wrecking Ball (American Music Awards 2013)
9.Miley Cyrus, Robin Thicke – We Can’t Stop & Blurred Lines (MTV Video Music Awards 2013)

Para adquiri o DVD clique aqui. Para adquiri o blu-ray, clique aqui.

dvd e blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 back blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 capa blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 disco dvd blu-ray miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 dvd miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 back atrás dvd miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 capa dvd miley cyrus mtv unplugged 2014 we can't stop vma 2013 disco

Pharrell Williams fala de brigas com Madonna durante gravações de Hard Candy

Pharrell Williams e madonna durante o álbum hard candy e sticky & sweet tour

Pharrell Williams revelou que já se estressou com Madonna, enquanto trabalharam juntos. A dupla colaborou no álbum Hard Candy, de 2008, que também apresentou Timbaland e Justin Timberlake. Pharrell se juntou à diva no palco para algumas performances na Sticky & Sweet Tour.

Entretanto, ele revelou que o trabalho com a Rainha do Pop não foi sempre um mar de rosas e que, apesar de ser conhecido por sua canção Happy, parece que Madonna o fez sentir coisas bem diferentes.

Pharrell revelou em uma entrevista de rádio nesta semana: “A essência de tudo é que repetimos nossas gravações e esperei pra ver o resultado. Eu a vi se frustrar, então tentei distrai-la e tentar algo diferente, até ela entender”.

Ele também revelou que quando disse a Madonna pra não falar com ele tão abruptamente, ela sugeriu uma pausa pra que pudessem se entender. “Subimos e tivemos nossa discussão. Madonna estava fazendo mil coisas ao mesmo tempo, seu celular não parava, sua relação com a Warner Music estava por um fio, e todos os dias vinha um executivo para apaziguar as coisas, seu contrato estava para ser renovado, era muita pressão, até que ela teve uma briga feia com um dos executivos, e a Live Nation pressionando para fechar o contrato, era muito dinheiro em jogo, ficamos todos em silêncio durante a briga com o tal cara, eu, Timberlake, Timba e toda equipe técnica, foi então que a Madonna resolveu não renovar mais seu contrato. Ela ligou para alguém e minutos depois Arthur Forgel chegouEla colocou as cartas na mesa com os executivos da Live Nation e disse quais seriam seus termos para que ela assinasse, caso contrário, continuaria na Warner. E ela não estava gostando de como as músicas estavam ficando, a Warner cobrando, e ela estava preparando sua tour já. Seu cronograma é extenso, não sei como ela aguenta, ela faz mil coisas ao mesmo tempo, ela comanda tudo, sabe tudo o que se passa, eu disse a ela para ela relaxar diversas vezes. A gravadora queria uma coisa, a Madonna outra, e você sabe, no fim quem vence é ela, e os desentendimentos eram constantes. E eu e a Madonna defendemos muitos nossos pontos de vista, por isso houve tantas brigas. Mas no fim, tudo ficou bem e nos abraçamos. Ela chorou por horas nos meus ombros, eu também, e no outro dia tudo estava bem. Trabalhar com ela foi uma experiência incrível, e vi que realmente ninguém consegue passar a perna nela. Aprendi muito com ela sobre negócios e sei que ela aprendeu muito comigo também. Dias depois voltamos às gravações do álbum e tudo estava bem, calmo, fluindo novamente.”

Apesar de não ser um problema se você achar que Madonna é alguém com quem não se deve discutir, ela revelou numa entrevista em 2008 que Pharrell a fez chorar. “Eu estava sensível, cantando e não entendia o ritmo que ele queria. Foi difícil e eu fiquei chocada com a forma com que ele falou comigo, então eu disse ‘Sabe de uma coisa? Precisamos conversar’”.

“Subimos e eu disse que ele não poderia falar comigo daquele jeito, daí eu caí no choro. Ele disse ‘Oh, meu Deus! Madonna tem coração’, e eu fiquei tipo ‘O quê?!’ e comecei a chorar mais ainda”.

Enquanto isso, Pharrell chorou um pouco recentemente, ao ver um vídeo de fãs dançando ao som de seu sucesso Happy, durante uma conversa com Oprah Winfrey.