Arquivo da tag: Guy Richie

“Ninguém jamais a superará”, diz o guitarrista Monte Pittman sobre Madonna

Presença constante no palco e no estúdio com Madonna há anos, Monte Pittman falou ao The Jerusalem Post sobre seu trabalho com a rainha do pop.

Madonna e Monte Pittman - MDNA World Tour

Na entrevista, o guitarrista de 37 anos, Monte Pitman, conta como conheceu Madonna e como seu “casamento” com a maior artista de todos os tempos aconteceu. “O momento aconteceu quando fui procurado por um cara que queria ter aulas comigo. Ele tinha acabado de ganhar uma guitarra. O tal cara era Guy Ritchie e sua namorada era ninguém menos que Madonna. Eu nem sabia quem ele era quando eu comecei a ensiná-lo, isso foi antes do lançamento do filme “Snatch” (filme que consagrou o ex-marido de Madonna como diretor).”

As aulas aparentemente deram tão certo que então Guy apresentou Pittman a Madonna, que então também começou a fazer aulas com o guitarrista. Em 2000, Madonna, em divulgação do álbum “Music”, se apresentou no programa de David Latterman e Madonna sentiu-se confiante em tocar o single “Don´t Tell Me” só no violão…mas mesmo os ícones culturais têm seus momentos de insegurança, e então ela chamou Pittman para acompanhá-la.

Assim, em março de 2000, o guitarrista do Texas fez sua primeira apresentação na TV americana ao lado do maior ícone pop de todos os tempos. “Eu realmente pensei que Madonna estava brincando quando me pediu para se apresentar com ela.”

Encantado com a performance, Madonna tão breve convidou Pittman para fazer parte de sua nova banda em sua turnê Drowned World Tour, de 2001 (a primeira desde 1993), e desde então, Pittman está com Madonna até hoje. Nesta quinta, ele estará no palco em Tel Aviv com o MDNA World Tour. Monte Pittman contou ainda que co-escreveu três canções com Madonna em 2009 para o álbum “Celebration”.

Madonna e Monte Pittman no Drowned World Tour, de 2001
Madonna e Monte Pittman no Drowned World Tour, de 2001

Pittman ainda disse que trabalhar com Madonna lhe abriu diversas portas em sua carreira como guitarrista, chegando inclusive a gravar dois álbuns solo e ser o diretor musical do cantor Adam Lambert. Monte acompanhou o ex-american idol até setembro de 2011. “Quando eu estou tocando minha própria música, deixo as coisas acontecerem de modo que eu possa fazer coisas de formas diferentes dependendo de como eu me sinto.”

Mas quando ele está na estrada com Madonna, é certo de que ele não pode fazer mudanças, mas ele não encontra restrições em tudo. “Quando eu estou tocando com Madonna, o que eu faço é trabalhar todos os dias e assumir meu personagem naquele show. Madonna não deixa passar nada. Tudo tem que estar devidamente organizado.”

A banda da turnê, que chegou em Israel no fim de semana, passou por ensaios exaustivos em Nova York liderados pelo diretor musical de Madonna, Kevin Antunes.

De acordo com Pittman, o nível de profissionalismo entre os artistas é o mais alto que ele já viu. “Não há tanta pressão, mas é há muito trabalho. Eu só posso falar por mim, mas eu acho que todo mundo está realmente satisfeito com o resultado de todo este trabalho e o show vai ser ótimo.”

Mesmo Pittman não estar envolvido na escolha de Madonna em começar sua tour em Israel (o mesmo lugar onde a cantora encerrou a tour anterior, “Sticky & Sweet Tour”, em 2009), ele concorda com a afirmação de Madonna ao explicar sua decisão de lançar o MDNA Tour em Israel porque “é o centro de energia do mundo e o que acontece aqui afeta o mundo inteiro”. “Tel Aviv é uma das minhas cidades favoritas, e eu estou realmente animado por estar aqui. Há uma energia diferente que você não sente em outros lugares.”

Pittman também recebe uma explosão de energia por tocar com sua chefe Madonna, que, para ele, é o seu modelo na forma de como se manobra a indústria musical. “É como ter aulas com a melhor professora do mundo. Ninguém jamais a superará. A longevidade de sua carreira e seu catálogo musical oferece uma infinidade de estilos musicais de entretenimento para as pessoas. E para mim, como guitarrista, minha combinação com Madonna é que também sou capaz de produzir um monte de estilos diferentes. E nós sabemos que não se pode ficar na mesma o tempo inteiro. O lance é seguir em frente pois as pessoas seguem em frente, e se você não acompanha a evolução das coisas, você está fora, a não ser que você tenha versatilidade.”
Pittman tem versatilidade – e já sabemos que ele tem a sorte ao seu lado.

Guy Ritchie: “Madonna é despudorada, narcisista e obsessiva”

Pouco mais de um ano após a separação, Guy Ritchie definiu Madonna como uma mulher “despudorada, narcisista e obsessiva na cama. De acordo com o jornal italiano “La Republica”, o cineasta afirmou que a Diva do Pop o obrigava a fazer sexo sempre ao som de suas próprias canções.

 ”Por causa disso, hoje eu sei de cor as letras de ‘Secrets’, ‘Vogue’, ‘Holiday’, entre outras”, frisou Guy, acrescentando que a loura gostava de usar como alcova um sofá que tem caixas de som no encosto.

Em um passado não muito distante, Madonna confessou a revista Elle, em 2008, que as “relações sexuais com Guy Ritchie são incríveis” (nas palavras dela). A canção ‘Incredible’, do álbum Hard Candy, fala sobre isso… E contou mais: “Nos deitamos lado a lado com nossos BlackBerrys debaixo do travesseiro. Isso não é falta de romantismo, é ser prático”, afirmou a cantora à revista inglesa. “Tenho certeza que muitos casais fazem o mesmo”. (Estilo Madonna)

Ok, senta lá Cláudia!

Guy Ritchie se refere a Madonna como “Isso”

De acordo com o site Perez Hilton, sempre que Guy Ritchie fala sobre a ex-mulher Madonna, ele usa o pronome It, que em inglês serve para designar objetos e animais.

Depois do fim do casamento, pessoas próximas ao diretor dizem que ele fala “Oh, ‘Isso’ está de mau humor hoje” e “Não podemos deixar ‘Isso’ nervosa”.

Sem hesitação, a relações públicas de Madonna há anos, Liz Rosenberg, respondeu ao apelido: “‘Isso’ não fica de mau humor desde que o divórcio saiu”.

Madonna é amparada ao deixar festa de 40 anos do marido

Faltam 94 dias para Madonna fazer seu primeiro show no Brasil. Enquanto isso as manchetes de jornais do mundo todo só sabem falar da vida da diva do pop. Cenário da vez: aniversário de 40 anos do marido, o cineasta Guy Ritchie em pub londrino. Madge pode ter caído na balada por muitas vezes, mas, cansada de seu show em Frankfurt, na Alemanha, na terça-feira (09), ela ficou apenas por uma hora, deixando o local às 22h, amparada pelo marido.

Os jornais já estão dizendo que a loira saiu tão bêbada, que precisou ser carregada para fora do pub. Enquanto isso, há os defensores da diva, que ressaltam o cansaço da cantora que, além da turnê “Sticky & Sweet”, teria passado um dia todo com seus filhos em um passeio promovido por uma igreja católica. Outro motivo para Madonna ter ido embora cedo é o show de Wembley, nesta quinta-feira (11). A cantora precisa de seu sono de beleza.

Se Madonna foi embora às 22h, Ritchie não seguiu a esposa. O cineasta voltou para o pub e por lá ficou até às 4 horas. Em certo momento da festa, Guy foi visto fazendo caretas em uma das janelas do pub. Os 40 anos de Guy coincidem com os 50 de Madonna, que também caiu na balada no dia 16 de agosto.