Lançado CD e DVD ao vivo da turnê recordista de Madonna

Madonna é incontestavelmente a popstar de maior sucesso em todo o mundo. Se as vendas que ultrapassam a marca dos 200 milhões de cópias lhe dão esse título há vários anos, foi em 2006 que ela ganhou finalmente o título de maior turnê de artista feminina com a Confessions Tour. Foram mais de US$ 260 milhões.

A turnê mundial do multi-platinado Confessions On A Dance Floor, que bateu o antigo recorde dos Beatles – tendo alcançado a primeira posição em 31 países -, teve seus ingressos esgotados em todos os seus show, que se espalharam pela América do Norte, Europa e Japão.

No CD ao vivo e no DVD do show, lançado no Brasil na primeira quinzena de fevereiro, Madonna prova porque é considerada um dos maiores “monstros” em palco de todos os tempos, apresentando um espetáculo cheio de energia, em que o impacto visual, para além de complementar a música, a leva a novos níveis de expressão.

O que mais impressiona em Confession Tour é a qualidade dos remix, que dão nova vida até à mais antiga das canções apresentadas. A energia de Madonna em palco é imparável e ela continua a arrastar multidões onde quer que vá.

_breve analise
Este lançamento inclui duas versões, um DVD com o concerto realizado por Jonas Åkerlund e um digi-pack com o mesmo DVD. E ainda um CD com a maioria das canções em versão ao vivo.

Future Lovers/I Feel Love – É assim que Madonna aparece em palco, numa crescente de emoções que culmina na sua aparição dentro de um globo de discoteca que desce do céu. É a sua homenagem ao melhor do disco dos anos 1970. Tudo isto, com a reviravolta de toda a apresentação ter uma inspiração equestre.

Like a Virgin – O primeiro grande clássico de Madonna traz a cantora cantando em cima de uma cela de cavalo, tipo carrossel. Atrás, telas gigantes mostram quedas de cavalos de corrida e radiografias dos seus próprios ossos fracturados, relembrando o acidente que sofreu no dia do seu aniversário, em 2005.

Live To Tell – O momento mais polémico de todo o espectáculo! Madonna se apresenta “crucificada” enquanto denuncia os números de crianças órfãs devido à AIDS na África. O tema, original de 1986, nunca soou tão bem em meio a Igreja.

Let It Will Be – Madonna entra com esta canção num transe e nos apresenta uma energética performance baseada em coreografia caótica, libertadora e sem limites corporais.

Music Inferno – Os anos dourados da disco invadem o espectáculo e Madonna se transfigura numa versão feminina de John Travolta com uma das suas canções mais memoráveis e mais viciantes. Como é bom ver Madonna se divertir no palco!

Erotica – Este é, possivelmente, o melhor remix apresentado na turnê. Madonna vai buscar a maquete, You Thrill Me, que originou o polêmico single do álbum Erotica, e transforma o palco numa pista de dança sensual.

Desalmado

Ando sem ânimo….desanimado.
Desde cedo minha cabeça doí….já fui medicado.
Tenho vontade de dormir demais…mas só rola se eu estiver drogado.
Ô céus, o que fazer ? Antes eu estivesse infartado.
Ontem também acordei com dor de cabeça….já desconfiava que não iria rolar.

Desanimado com a vida….fui trabalhar.
Mas que coisa chata esta vidinha….às vezes penso em me matar.
Mas e o inferno ? É uma merda isto me desistimular.
Tudo o que eu realmente queria era pular fora…mas para isso eu teria que ir embora.
Mas se eu não tenho dinheiro….capaz de eu começar a pedir esmola.
Acho esta merda um tédio total….eu queria tanto não ser normal.
Oops…eu estou estragando a rima….senta e chora.

Eu tenho problemas de enxaqueca…geralmente fico assim quando estou pertubado.
Desanimado…é o preço que eu pago quando fico contrariado.
É sério, minha cabeça dói desde ontem…e este calor me deixa descontrolado.
Hoje eu fiquei sem internet por horas por causa do velox….velox me deixa irritado.
Eu já sou irritado por natureza…mas que merda então, mal amado !´

Eu tb escrevo poeminhas, tá pensando o que ?

Novo clipe de Aguilera

user posted image

Estas são imagens de CANDYMA, novo video da Christina Aguilera. Eu adorei…me lembrei de Madonna em algumas coisas (American Life, o cabelo da fase Erotica). A música é ótima, o clipe ficou divertido, bem editado e bem no contexto do álbum. Aguilera pelo visto quer seguir os passos de Madonna mesmo no quesito mudanças de estilo a cada novo álbum.

Gostei do tema pin u, que vi algo assim no filme “Conquistando a honra”.

Só pra explicar, no filme existe cenas de umas mulheres cantando pros soldados e tal, são as famosas pin ups, que entretinham os soldados da 2ª guerra mundial (me corrijam se eu estiver errado), no mesmo estilo de xtina, e os soldados todos com fardas semelhantes a do clipe.

Ela não quer cair na mesmice !
Palmas para aguilera.

user posted image

Mulheres e homens

Nesse mar de mensagens na internet há uma quantidade significativa de louvações às mulheres e às mães. As mulheres e mães de hoje, não tenho dúvida em afirmar, são, quase sempre, especiais, apaixonadas e apaixonantes, trabalhadoras e destemidas na defesa daqueles a quem ama e do destino que traçam para si. Conheço, no meu exclusivo pensar, três tipos de mulheres. No primeiro grupo, estão as nascidas antes da Segunda Guerra e que se resignaram, via de regra, em ser donas de casa, mães de muitos filhos e esposas complacentes. O segundo grupo é formado por mulheres nascidas pelo meio do século XX e se caracteriza pela luta renhida por reconhecimento profissional, igualdade de direitos, recusa na aceitação tácita do homem como chefe de família e poucos filhos. O terceiro grupo eclode maturado na mudança do século e é o das mulheres que têm a liberdade como referência, o trabalho como destino e a família como opção.

 Madonna, entre o segundo e terceiro tipo.

E entre estes três grupos navega sem bússola o homem de qualquer idade. Despreparado e desconcertado com o que sente e vê. Desarticulado por ter sido destronado, sem prévio aviso, do reinado que despoticamente exercia e tonto por não saber ainda a nova semântica que resulte em interação e integração com as mulheres com quem convive, compete, o excitam e, paradoxalmente, o amedrontam. E esse homem atordoado não é um adulto completo, trescala a cheiro da família ancestral, acredita ainda em conquista unilateral e não se vê como objeto de desejo ou desprezo, tendo de respeitar uma parceira que decide tempo e circunstância. E mais atônito ainda fica quando não se vê querido, aceito ou perdoado com os defeitos de comportamento que lhe foram repassados, assimilados e teimam em não desaparecer de sua vida, comprometendo relacionamentos, seja com companheiras, filhas ou co-partícipes de trabalho. Este alvorecer ainda está coberto de bruma, o porvir se esconde no horizonte, mas há sinais do sol a resplandecer com fulgor envolvendo a todos em uma auréola de afinidade, complementaridade, respeito e amor.

(Crônica de João Soares Neto)

A consciência que um urubu não come

A lata de lixo nem sempre é de lata, mas se for de lixo, é de lixo. Não serve pra mais nada no mundo, especialmente depois de ter sido inaugurada para tal fim. O lixo é o fim de carreira de todo material orgânico e inorgânico, símbolo do desprezo humano. Mas, como tudo na vida é subjetivo, o que é lixo para uns pode ser sobrevivência para outros. Quem já viu o curta metragem maravilhoso ‘Ilha das Flores’, do diretor Jorge Furtado, encontrável facilmente na rede, sabe do que estou falando.

Tenho uma relação conturbada com o lixo. Não é o caso de abrir uma comunidade no Orkut, mas odeio quando encontro o lixo sem saco plástico. Odeio jogar uma casca de banana direto no fundo da lata, sem nenhuma proteção. Pior que isso, só encontrar o lixo abarrotado, caindo pra fora, jogando lixo em você justamente quando você queria jogar algo nele. E você que nunca me viu ficar irritado assistindo de camarote ‘vagalumes’ jogando lixo pela janela de algum ônibus – melhor nem ver.

Estes eram meus problemas estruturais até que o mundo das embalagens e dos deliveries trouxeram uma nova situação: as caixas de pizza. A caixa de pizza não cabe nem no lixo que fica do lado de fora, a não ser que se dobre a caixa mal fechada, deixando cair a azeitona, os folhetos da pizzaria e o último caroço de azeitona. Aliás, eu odeio azeitona e cebola… E quando alguém joga as caixas de pizza mal dobradas junto com copos plásticos e embalagens PET, o lata fica inoperante, atoladinha e aí, é o fim do lixo.

Lidar com o lixo é a demonstração mais profunda do grau de cidadania de cada ser humano. Se você embrulha determinados itens em outros papéis ou saquinhos para não causar espécie no contato visual, se você se preocupa com arestas e coisas que podem cortar ou furar os funcionários (mesmo de luva) que vão levar o lixo, se você guarda papéis para serem jogados nos lugares certos quando você não encontra o lixo, se tem lixinho no carro, se carrega um saco plástico quando sai com seu cachorro. É neste fim de carreira invisível, fim de linha imperceptível que demonstramos silenciosamente quem somos, o que pensamos, como vivemos e o sentimento que temos para o com o próximo. Porque o lixo não desaparece por mágica. Há um longo caminho entre o lixo do seu banheiro, da sua cozinha, da casa ou do apartamento até o aterro sanitário. Há muito trabalho, muita gente, muitas vidas. Quem não pensa em nada disso e simplesmente joga tudo fora do pequeno raio de ação de sua consciência é que é o maior lixo do mundo. Lixo mesmo é a falta de consciência. Essa, nem urubu come.

Madonna e a peruca

Madonna – Comercial Ariake, Steven Klein e a peruca

Você está assistindo TV em Tóquio e de repente, Madonna aparece na TV anunciando um empreendimento imobiliário milhionário em Tóquio: Brillia Mare Tower & Garden. A propaganda tem apenas 15 segundos. Quanto será que o Steven klein, o diretor,  recebeu para ‘dirigir’ o anúncio?

Ele é bem simples, Madonna em uma sala, com um violão,  olha para a câmera e diz:

“Beyond race, Beyond religion, Beyond language, Beyond culture, Beyond gent, Beyond tomorrow… Just Perfect. Briila Mare Ariake”

user posted image

user posted image

user posted image

Submarino em promoção

Dei uma passada no site SUBMARINO e aproveitei que não estão cobrando frete comprando mais de 2 CDs e não resisti, e o melhor, um monte de álbuns em promoção por lá. Comprei o Folklore da Nelly Furtado e o Twentysomething do Jamie Cullum. Agora tenho todos os 3 álbuns deste jazzman.

Finalizei hoje meu terceiro DVD

Estou bastante excitado. Acabei de render meu novo DVD – o terceiro que monto de NELLY FURTADO do álbum LOOSE.

O novo DVD contem duas performaces em programas de TV : uma de All Good Things (Come To The End) no Top Of The Pops UK e a performace de Say It Right no American Music Awards. A segunda parte do DVD trás um show que ela fez no festival Rock Am Ring, na Alemanha, também no ano passado. É um show de 1 hora mais ou menos em que ela canta hits como Promiscuous, Powerless, Say It Right, I´m Like A Bird, Explode….

O total deu 1 hora e 40 minutos de DVD, tudo em qualidade de imagem e som digital. Inclusive tratei todos os áudios do DVD para que tanto as duas performaces da TV quanto ao show ficassem na mesma altura. Enfim, estou me acabando assistindo ao DVD que ficou perfeita, parece que acabei de comprar na loja. Amanhã faço o encarte do DVD.

Sobre o menu: bem, tem que haver inspiração e paciência, tratar videos é o de menos…montar um bom menu, bonito, e do jeito que você imagina é algo que não se faz de uma noite pro dia. Mas eu queria isto pronto hoje e saiu isto. Gostei…preto e branco, todo preto e branco. A foto da Nelly usada no menu é do American Music Awards. Tratei de transformá-la em P&B e então tirar o fundo da foto, colocar o branco e as flores em vetores. Enfim, saiu do jeito que eu queria.

Atualmente eu estou numa fase NELLY FURTADO. Passei a prestar atenção nela quando vi o clipe de MANEATER na MTV assim que foi lançado o álbum LOOSE. Fiquei fascinado com a música e o video. Foi o suficiente para sair a caça de NELLY. No dia seguinte comprei o CD, PROMISCUOUS estava começando a explodir em todo o planeta e pronto. Depois que vi o clipe de TRYMarcos torna-se um bigfan. C0mprei os dois primeiro álbuns dela importados e ainda faltam chegar. Hoje posso dizer que adquiri material de NELLY que muito fã desde o ínício de carreira não possui.

That´s All.

Caps do DVD